Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Leonardo de Deus usou 'touca da sorte' que venceu Phelps

Brasileiro superou o norte-americano nas eliminatórias do Mundial com a mesma touca que gerou a polêmica no Pan

iG São Paulo |

Vipcomm
Leonardo se emociona ao receber a medalha de ouro no Pan do México
Leonardo de Deus realizou sua estreia nos Jogos Pan-Americanos da maneira mais intensa possível. Mas após a desclassificação e a nova confirmação da medalha de ouro nos 200 m borboleta, o atleta de 20 anos desabafou e explicou que a toca da polêmica foi a mesma utilizada por ele para bater Michael Phelps nas eliminatórias do Mundial deste ano.

Veja também: Patrocinador na touca de Leonardo de Deus é parceiro da Fina
"Tentaram tirar a medalha de mim, mas todo o Brasil viu que quem bateu na frente fui eu. Estou muito feliz. Sei que contratempos acontecem, mas imagine você conquistar alguma coisa que é sua por direito e depois tirarem isso de você por causa de uma checagem que não foi feita da maneira devida”, declarou o nadador.

A confusão começou logo após o brasileiro sair da água depois da prova. O norte-americano Daniel Lawrence apareceu como vencedor, enquanto Leonardo caiu para a última posição desqualificado.

Confira ainda: Thiago Pereira passa por 'prova de fogo' e fatura 3º ouro no Pan

O problema é que um dos fiscais julgou que a touca do nadador estava com um patrocínio fora dos padrões da Fina (Federação Internacional de Natação). Entretanto, a marca Yakult é uma das parceiras oficiais da entidade e todos os atletas que disputaram o Campeonato Mundial de Xangai, em julho, usaram o logotipo padronizado na estampa da touca.

Na verdade, o atleta do Flamengo chegou a utilizar a mesma touca nas eliminatórias dos 200 m borboleta de Xangai, quando superou o multicampeão olímpico Michael Phelps. Leonardo reaproveitou a vestimenta para “dar sorte”.

Veja ainda: Joanna Maranhão fica com o 4º lugar. Sakemi também não pega pódio

Após discussão dos fiscais e muita reclamação dos membros da equipe brasileira, a organização do Pan recolocou o nadador como vencedor da prova.

"Todo mundo viu que eu ganhei a prova, bati em primeiro. Seria muito triste perder a medalha de ouro por falha da organização. Passei pela área de fiscalização e ninguém apontou nenhum problema. Com certeza, foi a medalha mais sofrida do Brasil no Pan”, afirmou o atleta, que completou a prova com o tempo de 1min57s92.

Leia tudo sobre: Pan 2011NataçãoLeonardo de DeusMichael PhelpsBrasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG