Tamanho do texto

Revelações que brilharam no Mundial da categoria em agosto são esperanças de medalha do Brasil em Guadalajara

Divulgação/Fotocom.net
Rafaela Silva é uma das revelações do judô brasileiro
Rafaela Silva, Sarah Menezes e Rafael Silva são os principais destaques da nova geração do judô brasileiro, que brilhou no Mundial de Paris em agosto e chegará com força aos Jogos Pan-Americanos , que serão disputados em Guadalajara dos dias 14 a 30 de outubro.

Nascida na Cidade de Deus, a carioca Rafaela Silva, de apenas 19 anos, que conquistou a prata em Paris , começou no esporte pela ONG Instituto Reação, criada por Flávio Canto, medalhista de bronze nas Olimpíadas de Atenas em 2004.

"Pelos resultados que ela vem conseguindo, é provável que chegue ao pódio novamente no Pan e nas Olimpíadas de Londres em 2012", afirmou Ney Wilson Silva, coordenador técnico da Confederação brasileira de Judô (CBJ).

O Brasil tem outra jovem atleta que se destacou no Mundial de Paris, a piauiense Sarah Menezes, de 21 anos, que ficou com o bronze na categoria até 48kg . "Chegar ao topo já não é fácil, mas se manter entre os melhores é mais complicado ainda", afirmou a judoca, quarta colocada da sua categoria no ranking da Federação Internacional de Judô (FIJ).

Sarah já começou a brilhar logo nas competições de jovens, quando foi a única brasileira a conquistar o bicampeonato mundial Sub-20.

A nova geração do judô feminino brasileiro também conta com Mayra Aguiar, de 20 anos, que mostrou muita precocidade ao levar a medalha de prata no Pan de 2007 no Rio de Janeiro com apenas quinze anos de idade.

Já no masculino, um dos maiores nomes da delegação brasileira será Rafael Silva, de 24 anos, oitavo colocado da categoria +100kg no ranking da FIJ. "Não sinto pressão por ser chamado de 'promessa'. Treino bastante para chegar em forma e mostrar regularidade nas competições, com o objetivo de garantir minha vaga para as Olimpíadas de Londres", explicou o paulista.

No dia 18 de setembro, "Baby", como é chamado pelos companheiros da equipe brasileira, sagrou-se campeão da etapa de Copa do Mundo de Tashkent, no Uzbequistão , ao superar por ippon um atleta da casa, Mukhriddin Butaev.

No Pan do Rio de Janeiro em 2007, o judô brasileiro somou quatro ouros, um deles conquistado pelo veterano Tiago Camilo, que defenderá seu título em Guadalajara. O principal destaque do Brasil no masculino será o paulista Leandro Guilheiro, de 28 anos, segundo colocado da categoria até 68kg no ranking da FIJ.

"Estou bem preparado, melhor do que quando tinha 20 anos", anuncia o atleta, que conquistou duas medalhas de bronze em Olimpíadas, em Atenas em 2004 e em Pequim em 2008. "Continuarei lutando para representar o meu país nas próximas Olimpíadas, não só em Londres, mas também no Rio de Janeiro em 2016".