Judoca ganhou prata no Rio 2007, mas ali começou sequência de lesões que fizeram ele até tratar a mente

Leandro Guilheiro lamenta derrota na semifinal do Mundial de 2011
Fotocom
Leandro Guilheiro lamenta derrota na semifinal do Mundial de 2011
Quase dois meses depois do Mundial de Paris, na França , os olhos de Leandro Guilheiro brilham quando fala de sua participação nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , que acontece de 14 a 30 de outubro. Pode parecer estranho, já que o Mundial, no qual foi bronze, era o torneio mais importante do ano no judô. Só para Guilheiro que não...

Guilheiro é bronze no Mundial de Paris

“Tenho uma relação diferente com o Pan porque foi no Rio de Janeiro, em 2007, que me machuquei e comecei uma fase complicada na carreira”, disse o judoca nesta terça-feira, em São Paulo, durante a apresentação da delegação do Esporte Clube Pinheiros que participará do Pan. Serão 72 pessoas, entre atletas e treinadores.

Em 2007, Guilheiro foi prata nos Pan do Rio, perdendo a final da categoria até 73kg para os norte-americano Ryan Reser, resultado que o frustrou já que pretendia o ouro lutando dentro de casa. Durante a competição, sofreu uma contratura nas costas, que atrapalhou sua campanha e o deixou abaixo dos 100% fisicamente durante toda a temporada 2008 (quando foi bronze nas Olimpíadas de Pequim).

“Em 2007, o Mundial foi depois do Pan, então eu estava focado nessa competição (que foi no Rio) e acabei deixando o Pan de lado, mas me machuquei. Esse ouro em Guadalajara vai ser importante para deixar de lado essa lembrança ruim”, disse o judoca de 26 anos.

Em 2008, logo depois dos Jogos Olímpicos, em agosto, Guilheiro fez três cirurgias: joelho, ombro e coluna. Só voltou a competir em 2009, mas o “inferno astral” vivido a partir do Pan do Rio fez com que treinasse a mente, já que o corpo estava baleado.

“Meu fisioterapeuta indicou um terapeuta. Treinei a mente e foi muito bom. Fiz questão de ir para o Pan que é para esquecer essa fase ruim que tive no outro Pan. Estou com o corpo cansado, mas vamos para a disputa”, disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.