Brasileiro culpava competição por lesões e fase ruim da carreira. Nesta quinta bateu porto-riquenho

Em 2007, Leandro Guilheiro perdeu o ouro no Pan do Rio porque lutou a decisão machucado. O norte-americano Ryan Reeser venceu por ippon e o brasileiro teve a competição marcada como aquela que o fez se machucar e ver a carreira degringolar. “Estava com o Pan engasgado mesmo. Queria vir aqui, ganhar, para não ter más recordações de uma competição que é tão legal”, disse Guilheiro, que nesta quinta-feira venceu o porto-riquenho Gadiel Miranda e levou o ouro na categoria até 81 kg.

Veja também: Camilo e Guilheiro vencem todas por ippon e levam ouro no judô

“O Pan não me dava boas recordações. Por tudo o que aconteceu, mas agora pude vencer. É um gosto muito bem”, disse.

Leia também: Tiago Camilo desabafa com ouro e fala em redenção após críticas

Durante o Pan de 2007, ele sofreu uma contratura nas costas, que atrapalhou sua campanha e o deixou abaixo dos 100% fisicamente durante toda a temporada 2008 (quando foi bronze nas Olimpíadas de Pequim). Em 2008, logo depois dos Jogos Olímpicos , em agosto, Guilheiro fez três cirurgias: joelho, ombro e coluna. Só voltou a competir em 2009, mas o “inferno astral” vivido a partir do Pan do Rio fez com que treinasse a mente, já que o corpo estava baleado.

Leandro Guilheiro venceu todas as suas lutas por ippon e ficou com o ouro nos Jogos Pan-Americanos
Vipcomm
Leandro Guilheiro venceu todas as suas lutas por ippon e ficou com o ouro nos Jogos Pan-Americanos

“E eu culpava o Pan porque disputei a competição abaixo do físico ideal, que havia sido no Mundial daquele ano que foi no Rio de Janeiro ( Guilheiro foi ouro). Para essa competição levei muito a sério, estudei os adversários, mesmo sabendo que o nível é abaixo de um Mundial ou Olimpíada”, contou.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico

O judô brasileiro já soma sete medalhas nestes Jogos Pan-Americanos de Guadalajara : três ouros (Camilo, Guilheiro e Luciano Corrêa), uma prata (Rafael Silva) e três bronzes (Maria Portela, Mayra Aguiar e Maria Suelen).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.