Organização temia chuva e vento, o que atrapalharia os bailarinos e um evento surpresa

A previsão de tempo falhou e o sol brilha na cidade de Guadalajara. Os organizadores dos Jogos Pan-Americanos temiam que a chuva que castigou a cidade nos últimos dias prejudicasse a cerimônia de abertura, que será nesta sexta-feira, 22h de Brasília. Os temporais foram reflexos do furacão Jova, que passa pela costa mexicana, mas já perde intensidade. Havia um plano B caso chovesse forte nesta noite, algo que neste momento está descartado.

A preocupação do Copag (Comitê Pan-Americano de Guadalajara) era com o palco de show, onde se apresentarão os cantores, que será aberto. Também havia temor com a fantasia dos bailarinos e que o vento estragasse um evento surpresa que será apresentado.

A cerimônia terá o tradicional desfile, com as 42 delegações, e o mesatenista Hugo Hoyama será o porta-bandeiras do Brasil. Haverá shows da banda de pop rock Maná, do grupo de reggae The Wailers e de cantores tradicionais do México.

Com tempo aberto, helicóptero da polícia sobrevoa complexo de tênis
Gonzalo Gonzalez/LatinContent/Getty Images
Com tempo aberto, helicóptero da polícia sobrevoa complexo de tênis

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.