Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Ginástica masculina duela com concorrentes à vaga olímpica

Brasileiros enfrentam no Pan canadenses e porto-riquenhos, adversários diretos na luta para estar nos Jogos de Londres-2012

Ana Carolina Cordovano, especial para o IG, de São Paulo |

Os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , no México, serão um bom teste para os ginastas brasileiros avaliarem dois de seus principais adversários por uma inédita vaga por equipe nas Olimpíadas, no caso a de Londres, em 2012. São eles os canadenses, que ficaram em 12º lugar no Mundial de Tóquio, cujas finais serão disputadas até domingo, e os porto-riquenhos, 14º colocados. Diego e cia ficaram em 13º lugar.

Oito times disputaram a final do Mundial - a China sagrou-se campeã -, e os países que ficaram do nono ao 16º lugar vão se enfrentar em um evento teste em janeiro. Serão quatro vagas em jogo - os outros concorrentes são França, Grã-Bretanha, Espanha, Itália e Bielo-Rússia.

O principal ginasta de Porto Rico é Luis Rivera, que terminou a prova do individual geral do Mundial em 13º lugar. Rivera integrou a equipe de Porto Rico, campeã do Pan do Rio-2007 - o Brasil ficou com a prata. No Rio, o porto-riquenho também conquistou a medalha de ouro no cavalo com alças e o bronze no salto sobre o cavalo. Um ano depois, nas Olimpíadas de Pequim-2008, foi 14º colocado no individual geral.

Já na equipe do Canadá, o líder é Nathan Gafuik, 28º colocado no individual geral do Mundial. Gafuik foi 17º colocado nos Jogos de Pequim-2008 e, na Universíade de Shenzhen, na China, conquistou a medalha de ouro no salto sobre o cavalo e o bronze na barra fixa.

Além dos concorrentes a uma vaga olímpica, os brasileiros terão outros fortes adversários no Pan. Caso do venezuelano Regulo Carmona, sétimo colocado na qualificatória da argola no Mundial, e que enfrentará na final o brasileiro Arthur Zanetti, segundo. Carmona também esteve no Pan do Rio e conquistou a medalha de ouro no aparelho. Já Jose Luis Fuentes vão ao Pan do México de olho no bicampeonato do individual geral.

Outro nome forte é o chileno Tomas Gonzales, que vai disputar a final do solo do Mundial com Diego Hypólito. O brasileiro terminou a classificatória em quarto lugar, e Gonzales, em sétimo. O ginasta chileno disputou o Pan do Rio e foi medalha de prata no salto e bronze no solo, duas provas em que Diego brilhou.

O colombiano Jorge Hugo Lopez faturou três medalhas no Pan do Rio - prata nas barras paralelas, na barra fixa e no individual geral - e, mais uma vez, figura entre os favoritos.

Terceiros colocados por equipe no Mundial do Japão, os norte-americanos vão com um time B para o Pan. O destaque é Brandon Wynn, integrante do time quarto colocado no Mundial de Roterdã, na Holanda, em 2010. Nos Jogos do Rio, mesmo com um time B, os EUA foram medalha de bronze.

Leia tudo sobre: pan 2011ginástica artística

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG