Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Futebol feminino estreia com vitória sobre a Argentina

Com gols marcados no primeiro tempo - um de Thaisinha e outro de Daniele -, brasileiras fazem 2 a 0 nas rivais sul-americanas

iG São Paulo |

A seleção brasileira de futebol feminino não brilhou, nem goleou, mas fez aquilo que dela se esperava na estreia dos Jogos Pan-Americanos diante da Argentina: venceu. Sem suas duas maiores estrelas, Marta e Cristiane, o Brasil fez um bom primeiro tempo, em que abriu 2 a 0 - com Thaisinha e Daniele -, mas diminuiu o ritmo na segunda parte e não marcou mais gols. Também nesta terça-feira, pelo grupo B, o Canadá derrotou por 3 a 1 a Costa Rica - que é o próximo adversário das brasileiras, na quinta-feira, às 20h (horário de Brasília).

Veja como está o quadro de medalhas do Pan-Americano

O jogo
O começo da partida foi truncado, com os dois times criando poucas chances. Foi só aos 18 minutos que saiu a primeira chance de gol, com Thaisinha: a atacante pegou um rebote na entrada da área, e seu chute despretensioso por pouco não enganou a goleira argentina depois de desviar na defesa. Dez minutos depois, Daniele foi lançada pela direita, evitou por muito pouco que a bola saísse pela linha de fundoe cruzou rasteiro. No segundo pau, Thaisinha bateu de primeira para abrir o placar.

 

O primeiro lance argentino a trazer perigo chegou aos 30 minutos, quando Pereyra chutou de muito longe. A goleira brasileira Bárbara estava adiantada, mas ainda conseguiu desviar a bola, que acertou a trave e voltou para suas mãos.

Ainda antes do final da primeira parte, as brasileiras aumentaram a vantagem. Foi aos 37 minutos, quando Francielle acertou o travessão num chute de fora da área e, no rebote, Daniele completou para o gol. A mesma Daniele ainda esteve perto de marcar o terceiro, num chute de longe que passou raspando sobre o travessão argentino.

Na segunda etapa, as brasileiras diminuíram o ritmo e, com isso, permitiram que a Argentina tivesse mais posse de bola e até criasse uma ou outra oportunidade. Mas a vitória, àquela altura, ainda que sem o brilho habitual de quando Marta e Cristiane estão em campo, já estava decidida.

 


 

Leia tudo sobre: pan 2011futebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG