Pódio por equipes no Pan leva todos os atletas da modalidade para as Olimpíadas de 2012, inclusive no individual

A equipe brasileira de adestramento faz os últimos preparativos para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e se ampara no regulamento da competição para classificar o máximo de atletas para as Olimpíadas de Londres, em 2012.

“Vale mais a pena nos concentrarmos em uma medalha por equipes do que na disputa individual. Um bronze por equipes leva todos os integrantes para ambas as disputas em Londres”, explicou o cavaleiro Leandro Aparecido da Silva, que participará do Pan pela segunda vez na carreira .

O atleta deixou claro também que a competição individual não será esquecida pelos membros da equipe.

“Não vamos deixar a competição individual de lado, pois ainda é uma medalha que falta para o Brasil, mas  se um de nós ganha uma medalha no individual, apenas um atleta representaria o país, por isso a medalha por equipes é tão importante. Mas é claro que medalhas nas duas disputas seria algo perfeito”, comentou  o cavaleiro mato-grossense, de 35 anos.

Além de Leandro Aparecido, a seleção brasileira de Adestramento é composta por mais quatro atletas : pelos titulares, Rogério da Silva Clementino, Luiza Tavares de Almeida e Mauro Pereira Júnior e pelo reserva Manoel Tavares de Almeida Filho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.