País caribenho ganha dois ouros na modalidade, chega a 39 no geral e coloca pressão sobre o Brasil no quadro de medalhas

Michel Ferreira lamenta a 4º colocação no Pan
Vipcomm
Michel Ferreira lamenta a 4º colocação no Pan
Antes mesmo de os boxeadores subirem no ringue nesta sexta-feira, Cuba passou o Brasil no quadro de medalhas do Pan-Americano de Guadalajara , na canoagem. Primeiro na prova do K1 1000 m, com Jorge Garcia, e depois no C2 1000 m, com Karel Aguilar e Serguey Torres, o país caribenho chegou a 39 ouros, mesma quantidade do Brasil. Porém, até aquele ponto do dia, levava a melhor no desempate com uma medalha de prata a mais. Mas a disputa cabeça a cabeça no quadro de medalhas poria o Brasil a frente com o ouro de Diego Hypólito na ginástica artística.

Confira o calendário do Pan

Os brasileiros Erlon Silva e Ronílson Oliveira bem que tentaram, mas não conseguiram impedir o 39º ouro cubano no Pan. Na disputa do C2 1000 m, eles acabaram ficando com a medalha de prata, a 1s202 dos líderes. O que serve de consolo para os brasileiros é que a segunda posição na prova garantiu uma vaga para a dupla nas Olimpíadas de Londres , pois os cubanos já estavam classificados. O bronze foi para os venezuelanos Ronny Ratia e Anderson Ramos.

Leia mais: Boxe pode definir duelo entre Brasil e Cuba nas medalhas do Pan

O representante do Brasil na prova do K1 1000 m, disputada em Ciudad Guzmán, localizada à 140km de Guadalajara, foi o estreante Michel Ferreira , no dia em que completa 22 anos de idade. O novato quase faturou o bronze, mas terminou na quarta posição, ficando fora do pódio por menos de dois décimos de segundo. A prata ficou com a Argentina e o bronze foi para os canadenses.

Cubanos faturam ouro no C2 1000 m; brasileiros ficam com a prata e vaga olímpica
Vipcomm
Cubanos faturam ouro no C2 1000 m; brasileiros ficam com a prata e vaga olímpica


Bronze no K4 1000 m nesta quinta, Roberto Maehler e Celso Oliveira Jr. bateram na trave no K2 1000 m e ficaram com a quarta posição. Os canadenses levaram o ouro, Cuba foi prata e a dupla da Argentina faturou o bronze. Mesma posição de Naiane Pereira no K1 500 m. A campeã

Em outra final da canoagem desta sexta, Wladimir Moreno foi desclassificado e o Brasil ficou sem medalhas na prova do C1 1000 m. O ouro foi para os donos da casa, Cuba ficou com a prata e os chilenos conquistaram o bronze.

Veja ainda: Em sua reta final, Pan vira disputa entre Brasil e Cuba

Nas eliminatórias do K2 500 m, a dupla formada por Naiane Pereira e Ana Paula Vergutz ficou em 3º lugar em sua eliminatória, com o tempo de 1min53s94 e avançou para a final, que acontece neste sábado.

Vale lembrar que nesta quinta-feira veio a primeira medalha do Brasill na canoagem no Pan de Guadalajara . Os irmãos Gilvan e Givago Ribeiro , Roberto Maehler e Celso Oliveira Jr. ficaram com o bronze na prova do K4 1000 m . O ouro ficou com os cubanos e a prata foi para o Canadá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.