Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Cuba vence K4 1000 m e encosta no Brasil

Duelo entre Brasil e Cuba está cada vez mais acirrado pela 2º posição no quadro de medalhas

iG São Paulo |

Os cubanos estão pressionando do Brasil no quadro de medalhas do Pan . No confronto direto pelo 2º lugar, Cuba faturou o ouro no K4 1000 m na canoagem e o Brasil, atual campeão pan-americano, ficou com o bronze. A prata foi para o Canadá. Com o resultado, Cuba chegou a 31 de ouro, contra 33 dos brasileiros.

Leia mais: Ouro de Luciano Corrêa acirra a disputa entre Brasil e Cuba

No programa do Pan, a prova do K4 1000 m não possui eliminatória, assim os competidores caem na água apenas uma vez, para a disputa da final. O quarteto brasileiro do K4 1000 m, formado por Roberto Maehler, Gilvan Ribeiro, Celso de Oliveira Jr. e Givago Ribeiro, não conseguiu repetir a façanha do Rio-07 e fecharam a prova com o tempo de 3min02s82.

Confira o calendário completo do Pan-Americano

O único remanescente da conquista do ouro no Rio-07 é Roberto Maehler. Edson da Silva, que faz parte do time do Brasil no Pan não foi selecionado para a disputa. Sebástian Cuattrin, atual supervisor técnico da seleção de canoagem e Carlos Campos completavam a equipe do K4 1000 m campeã pan-americana no Rio-07.

EFE
Quarteto do Brasil no K4 1000 m ficou com o bronze
Mais brasileiros nesta quinta-feira
Ainda nesta quinta-feira, outros atletas brasileiros entraram nas águas de Ciudad Guzmán. Edson da Silva ficou em 4º lugar no K1 200 m e participará de uma repescagem para chegar a final, já Ariela Pinto , 5º colocada na prova do K4 1000 m feminino, avançou à final com o sexto melhor tempo.
 
O sergipano Nivalter de Jesus , campeão mundial universitário de 2011, foi o destaque entre os brasileiros nas eliminatórias desta quinta-feira. Medalha de bronze no C1 200 m no Rio-07, venceu sua eliminatória e passou com o segundo melhor tempo para a final.

Brasil x Cuba
O Pan-Americano de Guadalajara tem competições até o domingo, e Cuba vai se aproximando do Brasil no quadro de medalhas. Algumas das modalidades em que tradicionalmente os caribenhos são mais fortes têm as suas decisões marcadas para esta reta final, como no caso do boxe. Nos ringues, das próximas 13 finais marcadas para o final de semana, Cuba estará presente em nove.

No judô e atletismo, modalidades em que o Brasil mostra força, os cubanos também contam com diversos candidatos ao ouro, e alguns confrontos diretos em ambas podem ser cruciais para a definição do segundo lugar na classificação geral do evento.

Leia tudo sobre: pan 2011Brasilcanoagem

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG