Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Com gol de Maurine, Brasil bate México e vai à final

Lateral brasileira, cujo pai faleceu na noite de domingo, anota gol da vitória por 1 a 0 que coloca equipe na decisão do ouro

iG São Paulo |

A seleção brasileira de futebol feminino está, mais uma vez, na decisão da medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos . As campeãs do torneio do Rio 2007 tiveram trabalho diante das donas da casa na semifinal desta terça-feira, mas conseguiram uma vitória por 1 a 0 que leva o Brasil à final de quinta-feira, contra o Canadá, que venceu a Colômbia por 2 a 1.

Leia também: A natação, a organização e as dúvidas

O gol da vitória brasileira foi marcado pela lateral-direita Maurine , cujo pai faleceu no Brasil na noite de domingo, vítima de uma parada respiratória. Apesar de liberada pela delegação para se juntar à sua família, a jogadora decidiu permanecer com o grupo na luta pelo ouro.

Confira o calendário do Pan-Americano

O time mexicano começou fazendo valer o fator casa e pressionou o Brasil em busca do gol. Logo aos 5min quase as abriram o placar, Samarzich recebeu em profundidade e encobriu a goleira brasileira Bárbara e a bola passou bem próxima a trave, mas a bandeirinha já havia marcado impedimento da atacante.

"Muito bom ficar aqui e ajudar o Brasil! Dedico esse gol para a minha família e para o meu pai, sei que tem a mão de Deus também. Conversamos bastante essa semana para todo mundo entrar focado, esquecer o que aconteceu. Tivemos raça e determinação, o grupo está de parabéns", disse Maurine.

Cinco minutos depois, outra oportunidade para as donas da casa. Bárbara socou a bola após escanteio, que sobrou para jogadora do México na entrada da área, ela arriscou e a bola ia entrando, mas Francielle tirou de cabeça para novo escanteio.

Pressão do México
Só aos 13min o Brasil levou perigo ao gol da mexicana Santiago. Formiga pegou bola espirrada na intermediária e arriscou para o gol. A bola foi rasteira e obrigou Santiago a fazer difícil defesa, tocando a bola para a linha de fundo.

Depois disso a seleção brasileira chegou mais duas vezes. Aos 27min com Thaisinha, ela avançou pela lateral direita, entrou na área e cruzou, tirando a goleira da jogada, mas antes que a atacante Daniele completasse de cabeça, a defesa do México tirou a bola para longe.

E aos 31, pelo mesmo lado, mas desta vez foi Maurine quem avançou e cruzou para o meio da área, Rosana apareceu sozinha e desperdiçou a melhor chance de gol do primeiro tempo, cabeceou nas mãos da goleira Santiago.

Veja como está o quadro de medalhas do Pan

Para o segundo o tempo o México voltou com a mesma garra com que começou o jogo e foi para cima do Brasil, mas quem chegou primeiro com perigo foram as brasileiras. Com 8min do segundo tempo a Rosana recebeu lançamento na área, matou no peito tirando da zagueira e bateu sem equilíbrio. Antes disso a bandeirinha já havia apontado impedimento.

Dois minutos depois, Thaisinha recebeu passe na entrada da área, limpou para o meio e chutou sem muita força. Santiago encaixou a bola sem dificuldade.



Só dava Brasil
Na marca dos 13min a bola não entrou por pouco. Thaisinha driblou uma adversária, a bola escapa dela e sobra para Formiga, que acerta forte chute. A bola explodiu no travessão e foi para fora. As brasileiras dominavam o jogo e era questão de tempo para que conseguissem abrir o placar.

E conseguiram logo, mas o gol do Brasil anulado. Formiga cobrou escanteio, a bola pegou efeito e tocou o travessão, Bagé pegou o rebote e fez o gol, mas a arbitragem diz que a bola saiu. E não saiu. Gol mal anulado.

Acompanhe em tempo real as competições do Pan no iG Esporte

Na sequência contra-ataque rápido para as donas da casa. Samarzich recebeu sozinha na pequena área, mas chuta em cima de Bárbara. O México perdeu a sua melhor chance da partida.

A seleção brasileira voltou a incomodar o gol de Santiago na marca dos 33min. Franciele lançou para a área, Maurine saiu por trás da zagueira e completou para o gol.

O México conseguiu marcar um gol aos 38min, com Samarzich. Mas a bandeirinha apontou impedimento antes mesmo da mexicana chutar para o gol.

Leia também: Toldo vence mais uma e garante o bronze no florete para o Brasil

Nesse momento só dava México, que com o apoio da torcida tentava, ao menos, empatar o jogo e levar a prorrogação. Aos 39min outra grande chance do México, a última. Guadalupe arriscou de muito longe. Bárbara fez boa defesa, tirando a bola de perto do seu gol.

No final as jogadoras brasileiras, com medalha assegurada (seja prata ou bronze) comemoraram muito junto a lateral Maurine, que caiu em lágrimas e foi acolhida pelo técnico da seleção, Kleiton Lima, com um grande abraço.

Leia tudo sobre: futebolpan 2011Brasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG