Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Bronze no Rio, badminton quer repetir façanha em Guadalajara

Brasileiros veem chances de pódio, mas apontam Estados Unidos e Canadá como favoritos

Mauricio Nadal, especial para o iG, em São Paulo |

Washington Alves/Inovafoto/COB
Esperança de medalha, Daniel Paiola é o melhor brasileiro no ranking mundial
O Brasil conquistou sua primeira medalha pan-americana no badminton no Rio de Janeiro, em 2007: o bronze nas duplas masculinas formada por Guilherme Pardo e Guilherme Kumasaka. Agora, nos Jogos de Guadalajara, a equipe nacional estreia na modalidade neste sábado e quer, ao menos, repetir o resultado conquistado em casa.

Para o técnico da seleção, Luís Martin, esse objetivo é alcançável. “Assim como em 2007, temos possibilidades de medalha nas duplas masculinas e femininas, o que seria inédito para as meninas”, diz o treinador de apenas 27 anos.

Leia mais: Daniel Paiola diz que crise não atrapalhou praparação para o Pan

Para chegar ao pódio, Daniel Paiola, melhor brasileiro no ranking mundial e quarto cabeça de chave na disputa individual, aposta no entrosamento com seu companheiro nas duplas, Hugo Arthuso. “Nós conseguimos bons resultados neste ano em competições internacionais. Estamos jogando bem juntos. Assim, chegamos a Guadalajara bem confiantes na conquista de uma medalha para o país”, comenta Paiola

Veja o calendário do badminton no Pan

No caminho, o Brasil terá rivais tradicionais. O badminton faz parte do programa do Pan desde Mar del Plata, em 1995, e as medalhas são totalmente dominadas por canadenses e americanos. Os dois países venceram 19 dos 20 ouros disputados nas cinco edições e, mais uma vez, estão entre os favoritos. “O nível da competição será alto. As principais forças serão os norte-americanos e canadenses, mas estamos no páreo”, avalia Martin.

A equipe brasileira de badminton no México será quase toda formada por estreantes em Pan-Americanos. A única remanescente dos Jogos de 2007 é Fabiana Silva, eliminada nas oitavas de final na disputa individual em 2007. Outro experiente da delegação é Guilherme Kumasaka, que, depois do bronze em casa, assume em 2011 a função de auxiliar técnico.

Além de Daniel e Hugo, Alex Tjong e Luis Henrique Dias completam o time masculino. Já a equipe feminina é formada pelas irmãs Luana e Lohaynny Vicente, além de Fabiana da Silva e Marina Eliezer.

A modalidade estreia em Guadalajara neste sábado, dia 15, a partir das 11h (horário de Brasília). Todos os atletas brasileiros entram em quadra para as eliminatórias das disputas individual, de duplas e de duplas mistas. Caso se classifiquem para as oitavas de final, eles retornam ao Ginásio Multiuso no domingo, dia 16.

 


 

Leia tudo sobre: pan 2011badmintonBrasildaniel paiola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG