O trio formado por Guilherme Toldo, Heitor Shimbo e Fernando Scavasin bateu os donos da casa no florete por equipes

Equipe brasileira de florete fatura o segundo bronze do Brasil na esgrima em Guadalajara
Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB
Equipe brasileira de florete fatura o segundo bronze do Brasil na esgrima em Guadalajara
A seleção brasileira de esgrima conquistou nesta sexta-feira a sua segunda medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara . Guilherme Toldo , Heitor Shimbo e Fernando Scavasin formaram o trio brasileiro que derrotou o México na disputa do bronze, por um placar apertado, 45 a 43.

Confira o calendário do Pan

Os brasileiros começaram bem a caminhada no florete por equipes da esgrima . Venceram o time do Chile, sem dificuldades nas quartas, por 45 a 22. No entanto, não foram páreo para a forte trio canadense nas semifinais e foram derrotados por 45 a 40. Na disputa pelo bronze veio o duelo mais emocionante do dia, mas no final, o Brasil ganhou dos donos da casa por apenas dois toques de diferença e faturou o bronze.

Leia mais: Cuba vence mais uma na canoagem e passa Brasil

Esta é a segunda medalha de Guilherme Toldo, de apenas 19 anos, no Pan de Guadalajara . Na terça-feira, o jovem atleta brasileiro também foi bronze no florete individual, após realizar uma primeira fase irregular e surpreender a todos nas fases finais.

Ainda nesta sexta-feira, as brasileiras Elora Patarro , Karina Lakerbai e Beatriz Almeida entraram no Ginásio Multiuso para a disputa por equipes do sabre da esgrima . A adversária do Brasil, nas quartas de final foi o time da Venezuela. Por 45 a 39, as venezuelas levaram a melhor e venceram o duelo. Na decisão do quinto lugar, as esgrimistas brasileiras perderam para Cuba e ficaram com o 6º lugar.

Os ouros desta sexta-feira ficaram com os Estados Unidos. As equipes norte-americanas bateram o trio canadense na decisão do florete masculino e o time mexicano na final da espada para as mulheres.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.