Com a vitória na mão, seleção brasileira não soube aproveitar as oportunidades e acabou eliminada

Satiro Sodré/Divulgação AGIF
Seleção brasileira não soube aproveitar oportunidades e acabou derrotada
De maneira incrível, a seleção brasileira masculina de polo aquático acabou eliminada na semifinal dos Jogos Pan-Americanos . Jogando no Centro Aquático , de Guadalajara , o Brasil não soube aproveitar as oportunidades e foi derrotado pelo Canadá, por 8 x 6. Com o revés, os brasileiros disputarão a medalha de bronze contra Cuba, que foi superada pelos Estados Unidos na outra semifinal da competição.

Veja também: No polo feminino, Brasil perde e disputará a medalha de bronze

No duelo contra os canadenses, na noite desta quinta-feira, o Brasil perdeu o foco durante a partida e ficará de fora da decisão. Após estar vencendo por 4 x 1, a seleção se descuidou e permitiu o empate dos rivais. No 2º tempo do confronto, os brasileiros desperdiçaram uma cobrança de pênalti. O número 10, Ruda Franco, demorou para converter a penalidade e perdeu a bola.

Leia também: Marílson dos Santos é ouro em dobradinha do Brasil nos 10 mil

No final do terceiro tempo, o canadense Kevin Graham agrediu um jogador brasileiro e acabou expulso. A regra do polo aquático prevê que o atleta excluído deva permanecer quatro minutos fora da piscina. Mesmo com um homem a mais, a seleção brasileira continuou com dificuldades e não soube aproveitar a bom momento.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico

Na derrota para o Canadá, os gols da seleção foram marcados por Jonas Crivella (2), Emídio Vieira, Henrique Carvalho, Gabriel Rocha e Ruda Franco . No próximo sábado, dia 29, o Brasil disputará o terceiro lugar contra os cubanos, às 18h30 (horário de Brasília).


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.