Treinador da seleção acredita no potencial da jovem equipe, mas procura não criar muita expectativa

Nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, veio a primeira medalha do badminton brasileiro na história da competição um bronze, conquistado pela dupla masculina Guilherme Kumasaka e Guilherme Prado. Agora chegou a vez das mulheres buscarem essa conquista inédita para a modalidade no Brasil.

“Mesmo sendo jovem, a equipe feminina tem potencial de sobra para conquistar uma medalha em Guadalajara”, comentou o técnico da seleção, Luís Martin, que está no cargo desde 2008.

Veja também: Daniel Paiola diz que crise não atrapalha preparação para o Pan

Apesar de saber da capacidade técnica de suas atletas, Martin não enxerga a medalha para o time feminino como uma obsessão. “Esse é o primeiro Pan das meninas, elas são boas e vem conseguindo ótimos resultados a nível internacional, mas nós da comissão técnica, não vemos a medalha como obrigação, pois elas não tem tanta experiência ainda”, disse o jovem técnico da seleção brasileira, de 27 anos.

A equipe feminina de badminton que representará o país nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara será formada pela carioca Fabiana Silva, de 23 anos, a paulista Marina Eliezer, 18 anos, e pelas irmãs, também cariocas, Luana Tamara de Oliveira Vicente, de 17, e Lohaynny Caroline de Oliveira Vicente, de apenas 15 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.