Tamanho do texto

Presidente da Odepa interrompe colega do comitê organizador no meio de entrevista coletiva

Parece difícil acreditar que, a quatro dias da cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos, a pista em que serão disputadas as competições do atletismo ainda não tenha sido homologada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf , na sigla em inglês). A aprovação do organismo é fundamental para que sejam realizadas competições internacionais e para que eventuais recordes sejam reconhecidos. Além da pista, o estádio que será usado no torneio de rúgbi ainda não foi terminado. Os atrasos geraram certo desconforto entre dirigentes da Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana) e do Copag (Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos) durante uma entrevista coletiva. O Pan será disputado na cidade de Guadalajara, de 14 a 30 de outubro.

Veja também: Carne consumida no Pan terá controle contra clembuterol

Carlos Andrade Garín, diretor-geral do Copag, se desdobrava entre gráficos e explicações para assegurar que os atrasos não prejudicariam as disputas do Pan. Ao falar sobre a situação do estádio de rúgbi , ele buscou um tom de tranquilidade. “Hoje (domingo) foram instalados os assentos para os espectadores. Faltam agora apenas alguns equipamentos, mas creio que, no decorrer da semana, tudo estará pronto. Não é algo que nos preocupa muito”, disse Garín, esbanjando confiança, sobretudo pelo fato de que a disputa do rúgbi será realizada nos dois últimos dias do Pan, 29 e 30 de outubro. Mario Vázquez Raña, presidente da Odepa, não se conteve e rebateu imediatamente: “Perdoe-me, Carlos, mas a mim a situação preocupa, sim”.

A poucos dias do início, pista de atletismo ainda precisa da homologação da Iaaf
Omar Torres / AFP
A poucos dias do início, pista de atletismo ainda precisa da homologação da Iaaf
O gesto foi interpretado como uma tentativa de Raña de se eximir de qualquer responsabilidade no que diz respeito aos atrasos nas obras do Pan e assim preservar sua imagem no cenário político do esporte. Antes do entrevero com o colega, Raña havia usado um discurso firme ao comentar o problema da homologação da pista de atletismo. “São problemas, mas estamos resolvendo”, disse. Perguntado se haveria um plano B para o caso de não-homologação, Raña seguiu a mesma linha: “Homologada ou não, as competições serão realizadas”, disparou.

Leia também: Furacão deixa organização do Pan em alerta

Na manhã desta segunda-feira, 10 de outubro, César Moreno Bravo, delegado técnico da Iaaf, visitou a pista de atletismo e procurou tranquilizar a respeito do parecer da entidade. “A certificação não me preocupa. Ela será conquistada, porque tanto as medidas da pista como as das áreas das provas de campo estão sendo feitas com muito cuidado. Desde o começo das obras os arquitetos sabiam das especificações que deviam cumprir e, sob esse aspecto, não há problemas”, assegurou Bravo. De acordo com o delegado, as partes que têm recebido maior atenção no momento são as áreas de saltos e lançamentos. Bravo sugeriu que os responsáveis ganhem o tempo que perderam com as chuvas trabalhando dia e noite. As provas de atletismo estão agendadas para começarem a ser disputadas no domingo, dia 23.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.