Tamanho do texto

Brasileiro fica com a prata nas argolas, mesma colocação obtida no Mundial do Japão, em outubro

Vipcomm
Brasileiro Arthur Zanetti ficou com a medalha de prata nas argolas
O brasileiro Arthur Zanetti conquistou a medalha de prata na prova das argolas da ginástica artística , nesta sexta-feira, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Foi a primeira medalha do Brasil nesse aparelho em Pan.

Leia mais: Diego é bicampeão do solo

Também medalha de prata nas argolas no Mundial do Japão, em outubro, Zanetti somou 15.600 pontos, numa final muito forte. A medalha de ouro ficou com norte-americano Brandon Wynn, que somou 15.625 pontos, e o bronze foi do outro norte-americano na prova, Christopher Maestas, com 15.550.

Dono da melhor nota no classificatório, Zanetti reclamou da prata. "Saio um pouco chateado com essa prata porque acho que fiz uma prova muito boa. A nota de partida dele era bem mais alta e foi por muito pouco, mas ele fez o suficiente para me superar e mereceu a medalha", disse. "Volto para casa muito satisfeito pela medalha por equipes, mas queria um resultado melhor nessa prova", admitiu.

Com a prata de Zanetti e o ouro no solo de Diego Hypólito , também nesta quinta-feira, a ginástica masculina soma três medalhas no Pan de Guadalajara. A outra foi o inédito ouro por equipe, conquistada na terça-feira.

Confira o calendário da ginástica

Se a ginástica masculina vai bem no México, a feminina nem tanto. As meninas já disputaram três finais , mas não subiram no pódio em nenhuma delas. Nesta quinta, na final do salto sobre o cavalo, Adrian Gomes foi a quarta colocada e Daniele, a sétima.