Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Argentina define 6ª posição como meta no quadro de medalhas

Os atletas do país participarão de 32 modalidades e, segundo as estimativas de dirigente, em mais de 20 delas ganharão medalhas

EFE |

Getty Images
Argentina é a maior força sul-americana no esporte e está na briga pelo título
A Argentina quer brigar nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara pelo sexto lugar no quadro de medalhas, uma melhora significativa em relação à oitava posição obtida no Rio de Janeiro 2007, disse à Agência Efe Osvaldo Arsenio, diretor técnico esportivo da Secretaria de Esporte do país.

Veja também: Com elenco jovem, basquete da Argentina define time do Pan 2011

"Acho que nossos rivais diretos serão Colômbia e Venezuela", afirmou Arsenio. Para o dirigente, é certo que os Estados Unidos ganharão a competição. Segundo ele, Cuba e Brasil devem ficar na segunda posição, seguidos de Canadá e México. Apesar de ter dito que não acredita em previsões esportivas, o dirigente estima que a Argentina trará do México entre 14 e 18 medalhas de ouro.

Leia também: Seleção brasileira de rúgbi 7 retorna da Argentina sem vitórias

Nos Jogos de Winnipeg 1999, a Argentina ficou em quinto no quadro de medalhas, com 25 ouros, 19 pratas e 28 bronzes. Quatro anos mais tarde, em Santo Domingo, o esporte argentino desceu dois lugares e ficou em sétimo, com 16 medalhas douradas, 20 prateadas e 27 de bronze. No Rio de Janeiro, em 2007, ficou em oitavo, ao obter 11 ouros, 16 pratas e 33 bronzes.

Com o ciclista Walter Pérez, campeão olímpico em 2008, como porta-bandeira, a Argentina chegará aos Jogos com uma delegação de 485 pessoas. Os atletas do país participarão de 32 modalidades e, segundo as estimativas de Arsenio, em mais de 20 delas ganharão medalhas.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico, com tudo sobre as modalidades Olímpicas

"Não sei se na classificação final estaremos acima ou abaixo de Venezuela e Colômbia, nossos rivais diretos. Mas afirmo que nós teremos medalhas em maior quantidade de esportes", comentou Arsenio. O dirigente acha que a Argentina será bem-sucedida em Guadalajara em esportes com bola, nos quais poderá ganhar entre três e quatro medalhas de ouro.

Veja também: Tocha Pan-Americana se aproxima de Guadalajara

"Vamos nos dar muito bem, como sempre, nos esportes por equipe, como hóquei sobre grama, futebol, basquete, vôlei, rúgbi e até no handebol, no qual hoje em dia acredito que estamos acima do Brasil", ressaltou o diretor. "O dupla de tênis é também um luxo", finalizou Arsenio em referência a Eduardo Schwank e Horacio Zeballos, que ganharam ouro no Rio de Janeiro e representam a Argentina na Copa Davis.

 

 

 

Leia tudo sobre: ArgentinaPan 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG