Tamanho do texto

O acerto definiu que os jogadores da seleção mexicana serão escolhidos por uma comissão especial

selo

A Fiba Américas (que representa a Federação Internacional de Basquete) e a Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana) chegaram a um acordo e o basquete será disputado normalmente nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que terão início no próximo dia 17 de outubro. As duas entidades estavam em desavença por conta da seleção mexicana de basquete.

A entidade que rege o basquete mundial reconhece a Associação Desportiva Mexicana de Basquete (Ademeba) como legítima representante do basquete mexicano, mas o Comitê Olímpico Mexicano não. Por isso, a Odepa pretendia alijar a Ademeba da disputa do Pan, o que não foi aceito pela Fiba Américas, que tem o poder de vetar a competição de basquete em Guadalajara.

Nesta terça-feira, a Fiba América anunciou que as duas partes entraram num acordo. Os jogadores da seleção mexicana serão escolhidos por uma comissão especial, da qual participará o presidente da Ademeba.

Secretário geral da Fiba Américas, Alberto Garcia, disse estar muito feliz pelo acordo e agradeceu o presidente da Odepa, Mario Vázquez Raña, pela predisposição para resolver a situação. "A decisão dele foi muito sábia porque, se não fosse assim, a organização dos Jogos também se veria afetada em outros assuntos não menos importantes, por causa da venda antecipada de ingressos e pelos direitos de televisão", disse.

A competição feminina de basquete será entre os dias 21 e 25 de outubro e reunirá Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, Jamaica, México, Porto Rico e Estados Unidos. No masculino, jogado entre 26 e 30 de outubro, participam Argentina, Brasil, Canadá, México, Porto Rico, República Dominicana, Estados Unidos e Uruguai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.