Tamanho do texto

A arena das provas de ciclismo é o primeiro local de competições do Parque Olímpico a ficar pronto

Os organizadores da Olimpíada de Londres apresentaram nesta terça-feira o velódromo do Jogos de 2012. A arena é o primeiro local de competições do Parque Olímpico a ficar pronto.

O palco do ciclismo de pista, com 6 mil lugares, teve um custo de 94 milhões de libras e foi aberto oficialmente 17 meses antes dos Jogos Olímpicos.

Os organizadores disseram que a pista de madeira, de pinho da Sibéria, é a mais rápido do mundo. A instalação foi testada nesta terça-feira por membros da equipe britânica que ganhou sete medalhas de ouro no ciclismo de pista em 2008, nos Jogos de Pequim.

Entre aqueles foram à pista estava Chris Hoy, quatro vezes campeão olímpico, Victoria Pendleton e Jason Kenny, que também faturaram medalhas de ouro em Pequim. Hoy trabalhou com os designers e arquitetos na preparação do local. "É incrível ver o velódromo finalmente concluído, e ser capaz de pedalar sobre ele hoje me dá uma sensação de como vai estar em um ano e meio", disse Hoy. "Eu não posso esperar".

Dado o domínio da Grã-Bretanha em Pequim, o país espera conquistar muitas medalhas no ciclismo em 2012. Assim a expectativa é de que os ingressos para os eventos no velódromo estejam entre os mais procurados.

Seb Coe, do Comitê Organizador dos Jogos, posa para fotos entre os ciclistas na nova pista
AP
Seb Coe, do Comitê Organizador dos Jogos, posa para fotos entre os ciclistas na nova pista

A construção do velódromo começou em março de 2009. Nesta terça-feira a sede foi transferida da Autoridade Pública Olímpica para o Comitê Organizador da Olimpíada de Londres. O próximo passo é realizar instalações provisórias, como a iluminação e os equipamentos de pontuação.

Uma equipe de 26 carpinteiros levou oito semanas para instalar a pista. Mais de 350 mil pregos foram usados na sua superfície feita de 56 quilômetros de madeira. Sebastian Coe, presidente do comitê organizador, descreveu o velódromo como "um impressionante local construído para os campeões".

Após a Olimpíada, o velódromo será utilizado por atletas de elite e a comunidade local, tendo café, aluguel de bicicletas e aulas de ciclismo. Outros locais em vias de conclusão no Parque Olímpico são o estádio, com capacidade para 80 mil lugares, o centro aquático e as arenas de basquete e handebol.