Será um ano de buscas varrendo os locais que receberão eventos, além de práticas de táticas defensivas antiterrorismo e de técnicas

selo

A polícia britânica iniciou nesta terça-feira o programa de testes de seguranças para as Olimpíadas de Londres, em 2012. Ele terá um ano de duração e consistirá em buscas, varrendo os locais que receberão eventos, além de práticas de táticas defensivas antiterrorismo e de técnicas de defesa.

O programa tem como finalidade testar como a polícia, os órgãos ligados ao governo e os serviços de emergência responderiam a qualquer tipo de problema durante os Jogos. Ele faz parte de uma operação para garantir a segurança em todas as praças olímpicas.

"Esta é a maior operação policial para garantir a paz já feita", afirmou o comissário assistente Chris Allison, que está liderando a operação, que inclui a participação de 11 departamentos de polícia, além de 12 mil oficiais, por dia.

Os intensos cuidados com a segurança em Londres se dão pelo medo de ataques durante a Olimpíada. De acordo com o governo britânico, a ameaça de terrorismo durante o evento é "grave", o que significa que uma tentativa de ataque é "altamente possível". "Estamos nos preparando para combater um nível grave de ameaça para 2012. Estamos fazendo o máximo para diminuir as chances de isso acontecer", declarou Allison.

As autoridades britânicas se recusaram a comentar se havia alguma ameaça específica para os Jogos. A ministra do interior, Theresa May, não quis responder se havia recebido alguma indicação de que a Al-Qaeda está planejando vingar a morte de Osama bin Laden durante o evento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.