Tamanho do texto

Depois que os Jogos de 2012 acontecerem, o local servirá como centro esportivo e comunitário

O estádio olímpico de Londres ficou oficialmente pronto nesta segunda-feira, após a apresentação da pista de atletismo, que teve a participação de atletas e crianças de escolas locais.

Fabricada no norte da Itália, a pista foi estreada pelo lançador de disco paraolímpico Dan Greaves, o saltador Chris Tomlinson e a corredora de 1.500 metros Hannah England, dez meses antes da realização dos Jogos. Além dos atletas, um grupo de colegiais da zona onde se construiu a cidade olímpica também participou da apresentação, já que o legado servirá como centro esportivo e comunitário.

Segundo os atletas que fizeram os testes, se trata de uma pista muito rápida, similar a do estádio olímpico de Pequim, onde se bateram cinco recordes mundiais. O material que foi construída é muito parecido a dos pneumáticos dos carros de corrida, por isso é "muito forte" e "muito elástico", explicaram os responsáveis.

O estádio, que custou 545 milhões de euros, terá uma capacidade de 80 mil assentos durante as olimpíadas, embora seja reduzida para 60 mil depois de 2012.

"Este dia é um marco para o projeto. Com o estádio olímpico começando a nascer e as pessoas podendo apreciar como vai ser o local, dez meses antes dos Jogos, damos as boas-vindas aos atletas de todo o mundo", afirmou o presidente de Londres 2012, Sebastian Coe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.