Publicidade
Publicidade - Super banner
Olimpíadas
enhanced by Google
 

Especialistas pedem ao Brasil para concluir obras de Olimpíada até 2015

"É importante terminar um ano antes para a realização dos eventos prévios", lembrou vice-presidente de empresa de engenharia

EFE |

Vários especialistas pediram nesta segunda-feira às autoridades brasileiras para acelerar os prazos de conclusão das obras dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 com um ano de adiantamento com relação ao início do evento esportivo.

"É importante terminar um ano antes para a realização dos eventos prévios nos quais se provará o bom funcionamento de todos os sistemas", resumiu o vice-presidente de engenharia da CH2M Hill, Pete Shipley, em um seminário sobre infraestrutura realizado no Rio de Janeiro. Shipley, cuja empresa é uma das encarregadas do projeto das instalações esportivas dos Jogos Olímpicos de Londres, assegurou que 80% das obras dos estádios já estão concluídas, os mesmos que serão usados no ano que vem na Olimpíada e sugeriu que o Rio deveria seguir o mesmo exemplo.

O diretor de desenvolvimento corporativo da empresa de consultoria ESRI e ex-diretor do escritório de informação dos Jogos de Inverno de Salt Lake City, Dave Busser, concordou com a análise ao assinalar que antecipar é a única forma de garantir que a cerimônia de abertura dos Jogos não atrasará.

"Cerca de 90% dos projetos de tecnologia da informação são entregues tarde. Nos Jogos Olímpicos não se pode atrasar nem um dia porque o mundo está atento", acrescentou. Busser especificou que o "maior desafio" é desenvolver a tempo o planejamento dos eventos dos Jogos de forma simultânea e ter flexibilidade para os imprevistos.

Além disso, reforçou sobre a necessidade que os Jogos sejam viáveis do ponto de vista econômico ao tempo que geram postos de trabalho e outros benefícios para a região. No mesmo seminário, o diretor-executivo do escritório municipal dedicado ao desenvolvimento de infraestruturas para os Jogos e para o Mundial de 2014, Bernardo Carvalho, detalhou que a Prefeitura se encarrega de 97 projetos relacionados com ambos eventos esportivos nas áreas de transporte, meio ambiente e urbanismo.

O funcionário assegurou que este ano a Prefeitura traçou um orçamento de R$ 2,6 bilhões (equivalente a US$ 1,625 bilhões) em obras de infraestrutura para os Jogos.

Leia tudo sobre: RIO 2016olimpíadasobrasrio de janeiropreparação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG