Publicidade
Publicidade - Super banner
Olimpíadas
enhanced by Google
 

Com renúncias de EUA e África do Sul restam 4 candidatos a Jogos de 2020

Apenas Madri, Roma, Istambul e Tóquio estão na briga para receber Olimpíadas seguintes à do Rio de Janeiro por enquanto

EFE |

Os Estados Unidos anunciaram que não apresentarão candidatura para organizar os Jogos Olímpicos do ano 2020, decisão que, unida a outra similar tomada pela África do Sul na semana passada, reduz, por enquanto, a corrida pelos Jogos a um pequeno grupo de quatro cidades: Madri, Roma, Istambul e Tóquio.

Apesar do interesse demonstrado por diversas localidades americanas, o Comitê Olímpico norte-americano (USOC, na sigla em inglês) considerou que não é o momento de lançar uma nova candidatura, assim revelaram as autoridades e empresários de Los Angeles, Chicago, Las Vegas, Nova York, Tulsa, Mineápolis e Dallas que haviam cogitado receber o evento esportivo.

"Posso confirmar que os Estados Unidos não concorrerão aos Jogos Olímpicos de 2020", comunicou pelo Twitter o porta-voz do USOC, Patrick Sandusky. O anúncio ocorre a uma semana do dia 1º de setembro, quando vence o prazo aberto pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para apresentação de candidaturas.

Depois das derrotas vividas por Nova York e Chicago em suas respectivas tentativas de serem sede dos Jogos de 2012 e 2016, os dirigentes do USOC anunciaram que, antes de insistir, deveriam fechar suas desavenças econômicas com o movimento olímpico. Em virtude de acordos assinados no passado, o organismo americano recebe 20% da receita por patrocínio do COI e 12,75% da venda dos direitos de televisão em seu país, percentuais considerados excessivos para o restante da família olímpica.

O combinado é revisar esta distribuição em 2013, valendo a partir de 2020. África do Sul, outro país que estava interessado nos Jogos, também anunciou na semana passada sua desistência. A falta de acordo entre os membros do Governo sobre a conveniência de apresentar a candidatura impediu que esta prosperasse.

Durban parecia como a cidade com maiores possibilidades de liderar o projeto. A única incógnita que resta é se Doha entrará na corrida, decisão que deve ser anunciada nos próximos dias. De qualquer maneira, e provavelmente por efeito da crise econômica, a lista de candidatas aos Jogos Olímpicos voltará aos números do século passado, longe da proliferação de projetos dos últimos anos.

Para os Jogos de 2016 foram sete candidaturas, nove para 2012, dez para 2008 e 11 para 2004. Aos Jogos Olímpicos de 2000 foram apresentadas cinco, aos de 1996 e 1992 seis, duas aos de 1998 e só uma cidade, Los Angeles, aos de 1984.

Leia tudo sobre: olimpíadas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG