Tamanho do texto

Depois de três dias de inspeções e visitas, membros da entidade se mostraram satisfeitos com a evolução da preparação carioca

selo

A visita oficial de representantes do Comitê Olímpico Internacional (COI) ao Rio foi encerrada nesta quinta-feira, depois de três dias de inspeções e visitas às obras dos locais que receberão eventos da Olimpíada de 2016. Ao término do encontro com integrantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e autoridades locais, os membros da entidade se mostraram satisfeitos com a evolução da preparação carioca para abrigar a competição.

A campeã olímpica Nawal El Moutawakel, presidente da comissão do COI que veio ao Rio, não economizou elogios ao trabalho que vem sendo realizado no País, que pela primeira vez em sua história poderá receber uma edição dos Jogos Olímpicos.

"O Rio apresentou um bom progresso, um grande esforço, um planejamento forte e um bom marketing. Fiquei impressionada com a qualidade das pessoas (membros do Comitê Organizador dos Jogos do Rio) nas apresentações. Ficamos impressionadíssimas com todo o processo", enfatizou Nawal, durante entrevista coletiva, na qual exibiu confiança de que o planejamento para a Olimpíada seguirá em boas mãos.

"O Rio finalizou os planos esportivos, isso é extraordinário. É preciso manter o ritmo forte (de preparação), mas o (Carlos Arthur) Nuzman (presidente do COB) vai garantir isso", acrescentou, apontando como um mérito o fato de o Rio já ter definido as sedes de todas as competições dos Jogos de 2016. A cidade, porém, tem grandes dificuldades de infraestrutura, transporte e segurança a superar durante os preparativos para o grande evento.

Gilbert Felli, diretor de Jogos Olímpicos do COI, também elogiou nesta quinta a preparação do Rio e apontou que a capital carioca está se planejamento de forma certa, depois de ficar satisfeito com as explanações sobre o assunto dadas por Henrique Meirelles, presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO) da Olimpíada de 2016.

"Ouvimos todas as explicações feitas pelo Henrique Meirelles e ficamos satisfeitos. Eles (membros do Comitê Organizador do Rio) estão se movendo na direção certa. Não há problemas em relação à APO (Autoridade Pública Olímpica)", disse Felli, para depois enfatizar: "Não temos qualquer preocupação específica que a gente possa apontar com o dedo".

Após encerrar a sua visita ao Rio nesta quinta-feira, o COI só retornará à cidade novamente no ano que vem, quando seguirá o seu cronograma de inspeções. A Comissão de Coordenação da entidade costuma visitar as cidades-sede da Olimpíada pelo menos uma vez por ano até quatro anos antes da realização do evento, sendo que em 2012 poderão acontecer visitas da entidade à capital carioca em duas ocasiões.