Publicidade
Publicidade - Super banner
Olimpíadas
enhanced by Google
 

COI acompanha preparação para as Olimpíadas Rio 2016

Prefeito Eduardo Paes acompanha membros do comitê na visita de inspeção

Agência Brasil |

Membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) estão reunidos na manhã desta terça-feira (8) com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, a portas fechadas. O encontro faz parte de mais uma visita de inspeção do COI a fim de acompanhar a preparação para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016.

Leia também: Conselheiro da ONU pede mais hotéis e menos carros para Rio 2016

Antes de entrar para a reunião, o prefeito disse que o cronograma de preparação do Rio de Janeiro para os Jogos está dentro do prazo. “As coisas estão acontecendo. A grande mudança desde a última vez em que eles estiveram aqui foi o fim do concurso do Parque Olímpico [para selecionar o projeto]. Até o final do mês, deve ser lançado o edital [para a construção]. E é assim que a gente quer que a Olimpíada aconteça: com muito planejamento e com muita transparência”, ressaltou Paes.

O Parque Olímpico, que será construído na área do Autódromo de Jacarepaguá, na zona oeste da cidade do Rio, abrigará instalações esportivas para 15 modalidades, além do centro de imprensa. O projeto arquitetônico será feito por uma empresa inglesa, que venceu o concurso.

Os integrantes do COI também aproveitarão a visita ao Rio para inspecionar obras referentes às Olimpíadas, como o túnel da Grota Funda, que faz parte do corredor exclusivo de ônibus (BRT) Transoeste. Com 56 quilômetros, o corredor ligará a Barra da Tijuca à Santa Cruz, diminuindo em cerca de 50% o tempo de deslocamento.

Segundo Paes, a prefeitura deve entregar o trecho principal do Transoeste, que liga Santa Cruz ao Terminal Alvorada, antes do prazo. O chamado “lote zero”, que fará a integração do BRT com o metrô da Barra não é prioritário, porque depende da conclusão das obras do metrô.

O prefeito também lembrou que o pacote de obras para as olimpíadas, que inclui ainda outros dois BRTs e a revitalização da zona portuária, causará transtornos à população, mas disse que a prefeitura está buscando alternativas para minimizá-los.

“É um conjunto muito grande de obras na cidade, que não se fazia há muito tempo. Isso vai causar transtornos. A gente tem buscado colocar mais operadores nas ruas e minimizar esses impactos, mas o fato é que vai causar algum tipo de transtorno para a população”, frisou Paes.

Paes disse ainda que as cidades que já receberam ou irão receber as Olimpíadas e outros grandes eventos deverão ter uma participação importante na Conferência das Nações Unidas Rio+20, que ocorrerá no Rio de Janeiro, de 28 de maio a 6 de junho de 2012, e que discutirá o desenvolvimento sustentável.

Leia tudo sobre: olimpíadasrio 2016coicob

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG