Samuel Wanjiru, de 24 anos, morreu na tarde de domingo depois de saltar da sacada de sua casa na cidade de Nyahururu

selo

Getty Images
Samuel Wanjiru foi o primeiro atleta do Quênia a ganhar a medalha de ouro na maratona olímpica
O campeão olímpico queniano Samuel Wanjiru se suicidou ao saltar da varanda de sua casa logo após uma discussão doméstica com a sua esposa por causa de outra mulher, informou nesta segunda-feira a polícia. Ele tinha 24 anos. Wanjiru morreu na tarde de domingo depois de saltar da sacada de sua casa na cidade de Nyahururu, no Vale do Rift, disse o chefe de polícia John Mbijiwe, na Província Central do Quênia.

"O fato é que Wanjiru se suicidou", disse o porta-voz da polícia nacional, Eric Kiraithe. De acordo com outro policial, Wanjiru se jogou da varada depois de uma discussão com sua esposa. O queniano tinha bebido, estava com outra mulher em sua casa e foi descoberto por sua esposa.

Wanjiru tinha um histórico de problemas domésticos. Em dezembro passado, foi acusado de ferir o seu segurança com uma espingarda e ameaçado matar sua esposa e empregada doméstica. O atleta negou todas as acusações e foi liberado após o pagamento de fiança.

Nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, Wanjiru foi o primeiro queniano a ganhar uma medalha de ouro na maratona, terminando a tradicional prova com o recorde olímpico de 2 horas, 6 minutos e 32 segundos.

Wanjiru foi o mais jovem corredor a vencer quatro importantes maratonas. Ele terminou em primeiro lugar em Londres em 2009 e nos Jogos Olímpicos de 2008, além de ter vencido duas vezes a Maratona de Chicago. Wanjiru teve de abandonar a Maratona de Londres em abril por causa de uma lesão no joelho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.