Prefeito do Rio de Janeiro exibiu o trajeto do campo construído em uma reserva ambiental e que sofre críticas de movimento sociais. "Mentiras não podem prevalecer"

Agência Brasil

Durante a cerimônia de apresentação do percurso do campo de golfe que será usado nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 , nesta quarta-feira, o prefeito Eduardo Paes foi alvo de protestos dos grupos “Golfe para quem?” e “Ocupa golfe”, acampados há mais de três meses em frente ao empreendimento, na Barra da Tijuca. Os grupos alegam que ao autoriza a construção do campo, Paes cometeu um crime ambiental.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, durante a apresentação do campo de golfe para as Olimpíadas de 2016
Agência Brasil/Tomaz Silva
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, durante a apresentação do campo de golfe para as Olimpíadas de 2016


Segundo os ambientalistas, o prefeito permitiu a construção de 22 prédios de mais de 20 andares e um campo de golfe em área de proteção ambiental. Segundo o advogado Jean Carlos Novaes, integrante dos movimentos, a parceria público-privada, por meio da qual a proprietária do terreno construirá o campo em troca de um aumento do potencial de construção de prédios, provocou prejuízo aos cofres públicos.

“O prefeito informou que o campo de golfe seria construído sem dinheiro público, mas não é verdade, porque existe a doação de imóvel público estimado em R$ 300 milhões. Também houve perdão de dívidas de IPTU [Imposto Predial e Territorial Urbano]. Então, não é admissível dizer que não há dinheiro público”, acrescentou Novaes. Ele também acusa a prefeitura de beneficiar empresas privadas.

Hoje o prefeito Eduardo Paes reuniu a imprensa para rebater críticas dos manifestantes. Segundo ele, não há crime ambiental, porque a cobertura da vegetação de restinga será ampliada de 100 mil metros quadrados (m²) para mais de 600 mil m2.

Leia mais sobre o Rio 2016 no iG Esporte

A 500 dias dos Jogos, Rio 2016 ganha elogios mas tem promessas não cumpridas
Conheça dez chances reais de medalha de ouro para o Brasil no Rio 2016
COI se impressiona com evolução das obras para Rio 2016, diz Ministério
+ Rio 2016 divulga calendário de provas e judô pode dar primeira medalha ao Brasil
Site de estatísticas aponta Brasil com 27 medalhas no Rio 2016
Acompanhe a preparação para os Jogos de 2016 no blog Espírito Olímpico

"É besteira, é uma mentira ... é uma falácia", disse Paes, que entregou uma enxurrada de fatos, números, fotos e imagens de documentos sobre o campo de golfe. "Não consigo acreditar que as pessoas possam chamar isso aqui de crime ambiental. Foi uma superrecuperação ambiental de uma área muito degradada.”

Para compensar a construção do campo, que ocupou 3,5% da Reserva Ambiental de Marapendi, a prefeitura está criando um parque municipal em uma área de restinga, com 1,6 milhão de m².

O prefeito ressaltou que o terreno já pertencia ao atual proprietário antes de ser decidida a construção do campo de golfe. Ele esclareceu que a construção de prédios é permitida desde o Plano Lúcio Costa, de 1981. Além disso, uma autorização de 2007 permitia a construção de um campo de golfe no local, de 2007.

De acordo com Paes, a negociação com a empresa privada para construção do campo envolveu a permissão para que os empreendedores construíssem edifícios de 22 andares até o limite de 600 mil m². A autorização anterior permitia prédios de 22 andares até o limite de 450 mil m².

Segundo o prefeito, não houve prejuízo para a prefeitura, porque a construção e a manutenção do campo têm custo estimado de R$ 60 milhões. Caso a prefeitura tivesse de vender o aumento do potencial construtivo, o valor seria o mesmo.

Jean Carlos Novaes contesta as afirmamações de Paes, dizendo que nem seria necessária a contrução de um cmapo de um esporte de pouco apelo no Brasil, pois existem outros dois campos no Rio de Janeiro. O proprietário do Itanhangá Gof Club chegou a escrever uma carta oferecendo o campo  ao comitê organizador, mas nunca obteve resposta.

* Com informações da AP

Confira como estão as obras para as Olimpíadas do Rio 2016


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.