iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Notícia

05/11 - 18:58

Banco Central multa time do Santos em R$ 3,5 milhões
Integrantes da diretoria de Samir Jorge Abdul-Hak foram acusados de desviar US$ 1 milhão e 665 mil

Agência Estado

SANTOS - O Santos foi condenado a pagar R$ 3,5 milhões de multa, por fraude fiscal, ao Banco Central, referente à transferência do atacante Alessandro para o Porto, de Portugal, em 17 de junho de 1999.

O gerente jurídico Mário Mello que, nesta quarta-feira se encontrava no Rio de Janeiro participando de um congresso sobre direito desportivo internacional, avisou que vai se pronunciar a respeito do assunto somente após o recebimento da notificação.

A negociação de Alessandro para o futebol português foi amplamente explorada na campanha de Marcelo Teixeira à presidência do clube, em 1999. Os integrantes da diretoria de Samir Jorge Abdul-Hak foram acusados de desviar US$ 1 milhão e 665 mil dos R$ 3 milhões do valor da transação do jogador.

A explicação foi que o então vice-presidente da diretoria, José Paulo Fernandes, mandou uma carta ao Porto, pedindo para que os US$ 1,665 milhão fossem pagos ao jogador Paulo Rinck e a empresários, na Europa, sob a alegação de que, se o dinheiro passasse pelo Banco Central e depois fosse mandado para a Europa, o clube teria que pagar 30% de imposto.

Nesta quarta-feira, os ex-dirigentes não foram localizados para falar sobre a condenação do clube por fraude fiscal.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo