iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Notícia

09/10 - 00:22

Sport arranca empate e deixa Vasco em situação difícil
A vontade do Sport fez a diferença nesta quarta-feira na Ilha do Retiro. Quando parecia que o Vasco voltaria do Recife com uma importante vitória fora de casa, o time pernambucano acreditou até o fim e arrancou o empate por 2 a 2 nos acréscimos.

Agência Estado

A igualdade manteve a equipe na 11.ª posição, com 40 pontos. Já para o clube carioca, o resultado significou a permanência na zona de rebaixamento, em 17.º, com 27 pontos, e uma seqüência de oito partidas sem vitória.

Logo no primeiro minuto de jogo na Ilha do Retiro, o Vasco teve falta na entrada da área. Baiano foi para a cobrança e mandou a bola no travessão. O chute ainda desviou na barreira, pois tinha endereço certo. Após a chance perdida, foi o Sport que começou a sair para o jogo, com o Vasco optando pelos contra-ataques. Aos poucos, o time carioca tentava controlar mais as ações do jogo, mas errava muito e via o Sport melhor em campo.

O time pernambucano chegou pela primeira vez aos dez minutos. Júnior Maranhão cobrou falta de longe, que o goleiro Rafael encaixou. Até a metade do primeiro tempo, o Sport tentava chegar e o Vasco apenas se defendia. Depois do primeiro minuto, o time carioca não chegou mais ao gol adversário.

O Sport então começou a fazer o goleiro Rafael trabalhar. Aos 29, Dutra arriscou de fora e o arqueiro defendeu com segurança. Cinco minutos depois, Carlinhos Bala cobrou falta com perigo na área e Rafael espalmou. Aos 34, foi a vez do atacante Roger acertar um chute forte. O goleiro se atirou na bola para fazer uma bela defesa e jogar para escanteio.

Após a cobrança, a pressão do time pernambucano deu resultado. Kássio pegou em cheio na bola aos 36 minutos para mandar um chute cruzado na área. A bola ia na direção da linha de fundo, mas Baiano tentou cortar de cabeça e acabou colocando nas redes do Vasco, tirando a chance de defesa de Rafael.

Quando parecia que o Vasco se entregaria na Ilha do Retiro, a qualidade de Leandro Amaral fez a diferença. Aos 39 minutos, o volante Moacir deu bobeira e Alex Teixeira aproveitou para roubar a bola e tocar na frente. Leandro pegou de primeira e acertou um chute rasteiro no canto de Magrão, empatando a partida. Aos 45, novamente o atacante foi decisivo e arriscou um arremate de longe, que foi como um foguete no ângulo, decretando a virada do time carioca.

No segundo tempo, o jogo continuou movimentado como foi no fim da etapa inicial. O Vasco, porém, abdicou de atacar e só ficou atrás, procurando segurar a vitória fora de casa. A equipe chegaria apenas nos primeiros minutos em jogada individual de Valmir pela esquerda. O lateral cruzou na cabeça de Mateus, mas o volante não conseguiu mandar para o gol.

O Sport então começou a dominar a partida. Mesmo assim, não criava chances de reais de gol e apenas rondava a área vascaína. Aos 24, logo após entrar no lugar de Fernando, que sentiu uma contusão muscular, o zagueiro Odvan foi firme na jogada contra Ciro, dentro da área. Apesar de a torcida pernambucana reclamar pênalti, o árbitro entendeu que o contato foi normal.

Quatro minutos depois, o time anfitrião teve a chance do empate com Fumagalli, que entrou no segundo tempo. No erro do goleiro Rafael, o atacante ficou com o gol aberto para cabecear e marcar, mas a bola foi por cima. O Vasco seria castigado por se retrancar na defesa aos 46 minutos. Roger deu um passe de calcanhar dentro da área, iniciando a boa triangulação que resultaria no passe para Ciro. O atacante recebeu de costas e girou rápido para empatar a partida, enquanto a zaga vascaína só observava.

Na próxima rodada, o Vasco terá pela frente o clássico contra o Flamengo. O jogo será no dia 19, no Maracanã. O Sport faz o confronto regional contra o Náutico, no mesmo dia, novamente na Ilha do Retiro.

Ficha Técnica:

Sport 2 x 2 Vasco

Sport - Magrão; Igor, César (Sandro Goiano) e Durval; Carlinhos Bala (Sidny), Júnior Maranhão, Moacir (Fumagalli), Kássio e Dutra; Ciro e Roger. Técnico: Nelsinho Baptista.

Vasco - Rafael; Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Fernando (Odvan); Baiano, Jonilson, Mateus, Victor, Alex Teixeira (Abubakar) e Valmir (Eduardo Santos); Leandro Amaral. Técnico: Renato Gaúcho.

Gols - Kássio, aos 36, e Leandro Amaral, aos 39, e aos 45 minutos do primeiro tempo. Ciro, aos 46 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - César, Sidny e Ciro (Sport); Jorge Luiz, Baiano e Eduardo Luiz (Vasco).

Árbitro - Wilson Luiz Seneme (SP).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo