iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Notícia

15/09 - 18:23

Manchester United tenta conquistar bi da Liga dos Campeões

Atual campeão quer se manter como o melhor do Velho Continente

EFE

MANCHESTER (Inglaterra) - O Manchester United inicia nesta quarta-feira sua participação na temporada 2008-2009 da Liga dos Campeões enfrentando o Villarreal, em Old Trafford, e vai dar início à missão de conquistar o bicampeonato do torneio de clubes mais importante da Europa.

A fase de grupos começa amanhã com oito jogos e uma ausência de peso: o Milan, campeão da edição de 2007, que falhou ao tentar a vaga pelo Campeonato Italiano.

Desta forma, a Liga não terá a presença do meia brasileiro Kaká, eleito melhor do mundo pela Fifa em 2007, e de Ronaldinho Gaúcho, principal contratação do Milan este ano.

No entanto, a Liga dos Campeões contará com o retorno de duas equipes tradicionais, que não disputaram o torneio da última temporada: o Bayern de Munique e a Juventus.

Além disso, o conjunto de equipes com mais chances de conquistar o título tem nomes como Real Madrid, Barcelona, Inter de Milão, Liverpool e Chelsea, comandado pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, que faz a sua estréia no torneio.

O escocês Alex Ferguson, técnico do United, terá à sua disposição praticamente o mesmo grupo que conquistou a última Liga dos Campeões. A única mudança é a chegada do atacante búlgaro Dimitar Berbatov, ex-Tottenham, contratado nos últimos minutos da janela de transferências do meio de ano.

O jogador é o homem de área que o técnico vinha procurando há muito tempo, para fazer companhia a alguns dos mais eficientes atacantes do mundo. Para o setor, o United conta com o argentino Carlos Tévez, o inglês Wayne Rooney e o português Cristiano Ronaldo, vencedor da Chuteira de Ouro e principal favorito ao prêmio da Fifa de melhor do mundo este ano.

Outro destaque do time de Manchester é o meia brasileiro Anderson, ex-Grêmio, nome constante nas convocações do técnico Dunga.

O jogador participou da campanha do último título europeu e converteu sua cobrança na decisão por pênaltis contra o Chelsea, na final. O United venceu por 6 a 5 no Estádio Olímpico Luzhniki de Moscou, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

Já a equipe londrina tenta melhorar o resultado da última Liga dos Campeões apostando em Felipão, que trouxe sua comissão técnica e vem colhendo bons resultados.

A equipe lidera o Campeonato Inglês ao lado do Liverpool, que chegou recentemente a duas finais de Liga dos Campeões, levando o título em 2005.

No Real Madrid, a principal novidade é a ausência do atacante brasileiro Robinho. O jogador foi vendido ao Manchester City por 40 milhões de euros - a maior da Europa no meio de ano.

O clube da capital espanhola investiu pouco em contratações e a única de peso foi a do meia holandês Rafael van der Vaart, principal nome do Hamburgo nos últimos anos.

Já o Barcelona iniciou seu processo de renovação após o jejum de títulos. Desgastados, Ronaldinho Gaúcho e o meia brasileiro naturalizado português Deco deixaram o clube. Entre os reforços, destaque para o lateral-direito Daniel Alves, que vinha tentando deixar o Sevilla há algumas temporadas.

A Inter de Milão, que não vence a Liga dos Campeões desde 1965, chega forte para a edição deste ano. A principal novidade está no banco de reservas, com a contratação do português José Mourinho, comandante do surpreendente Porto, que venceu o torneio em 2004.

Entre os candidatos a surpresa, o grande nome é o Zenit. A equipe da Rússia conquistou a Copa da Uefa na última temporada, eliminando equipes mais tradicionais como Bayern e Borussia Dortmund.

O Zenit já mostrou que pretende voltar a surpreender nesta Liga.

No final de agosto, venceu o Manchester United por 2 a 1 e conquistou a Supercopa Européia, em jogo realizado no Estádio Louis II.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo