iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Notícia

15/07 - 15:06

Benfica critica Uefa por negar recurso contra presença do Porto na Liga

Clube português acusa a entidade de ir contra seu próprio estatuto para tomar a decisão

EFE

Lisboa (PORTUGAL) - O Benfica acusou hoje a Uefa de utilizar um argumento "inusitado" e ir contra seus próprios estatutos ao negar um recurso apresentado contra a participação do Porto na Liga dos Campeões desta temporada.

O Porto informou hoje oficialmente que o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, em francês) anunciou aos clubes portugueses interessados que decidiu manter o Porto na Liga dos Campeões, além de rejeitar os recursos de Benfica e Vitória de Guimarães contra uma decisão da Comissão de Controle e Disciplina da Uefa.

Atual tricampeão português, o Porto foi afastado da principal competição de clubes do continente europeu de acordo com uma punição da Liga de seu país.

O clube perdeu seis pontos na última temporada e levou uma multa, entre outras medidas, por um caso de suborno a árbitros na campanha 2003-2004, dentro do caso chamado "Apito Final".

Em 16 de junho, a Uefa revogou a exclusão do Porto, mas abriu a possibilidade de deixá-lo de fora da Liga dos Campeões e passou o caso à Comissão de Controle e Disciplina.

O TAS, com sede na cidade suíça de Lausanne, escutou as alegações das equipes portuguesas e anunciou hoje a decisão de não aceitar os recursos apresentados por Benfica e Vitória de Guimarães.

Em nota, o Benfica "registra com preocupação o fato de a Uefa desvalorizar, até hoje, decisões adotadas ora por unanimidade, ora por maioria, por dois órgãos jurisdicionais a Comissão de Disciplina da Liga e o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF)".

Ainda de acordo com o comunicado, a Uefa anunciara antes que "esperava pelas decisões do Conselho de Justiça da FPF antes de adotar uma sentença final".

O Benfica reconheceu que o TAS conduziu de forma "exemplar" o processo, permitindo que todas as partes mostrassem seus argumentos detalhadamente.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo