iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Notícia

08/06 - 13:46, atualizada às 14:41 08/06

Cubanos dominam e deixam Brasil sem ouro no Equador
O mosca Julião Neto foi quem mais se aproximou do topo do pódio. O brasileiro segurou um empate por 7 a 7 com Andris Laffita, mas levou a pior no primeiro critério de desempate: os pontos individuais. O cubano fez 35, contra 19 do representante nacional

Gazeta Esportiva

CUENCA (Equador) - A delegação brasileira no Campeonato Pan-americano de boxe deixou a cidade de Cuenca sem medalhas de ouro. Neste sábado, os dois pugilistas nacionais em ação nas finais de suas categorias foram derrotados por cubanos e ficaram com a prata, enquanto outros quatro atletas ficaram com o bronze ao caírem nas semis do torneio equatoriano.

O mosca Julião Neto foi quem mais se aproximou do topo do pódio. O brasileiro segurou um empate por 7 a 7 com Andris Laffita, mas levou a pior no primeiro critério de desempate: os pontos individuais. O cubano fez 35, contra 19 do representante nacional.

Já na disputa dos médio, Yamaguchi Falcão foi presa fácil de Emilio Correa, ouro nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro-2007. O pugilista de Cuba superou o brasileiro por 17 a 2 e colecionou mais um prêmio brilhante em sua carreira.

O Brasil também retorna de Cuenca com mais quatro medalhas de bronze, faturadas por Silas Jesus (mosca), Dídimo Nascimento (leve), Esquiva Falcão (meio-médio) e Gleison Abreu (superpesado).

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Leia mais sobre:

Topo