Velejadores da Volvo Ocean Race sofrem com noite complicada no Oceano Atlântico

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Série de manobras e trocas de vela em alta velocidade assustaram os integrantes das embarcações rumo ao Brasil

As últimas horas da quinta etapa da Volvo Ocean Race foram bem complicadas e perigosas para os atletas que navegam rumo ao Brasil. Passando pelo Oceano Antártico, as equipes foram obrigadas a fazer manobras e trocas de vela arriscadas na alta velocidade do vento de popa. Os veleiros ficaram literalmente colados na água. Apesar da complexidade dos movimentos, nenhum velejador saiu ferido. O brasileiro Andre 'Bochecha' Fonseca, integrante do MAPFRE, participou das manobras. 

Veja as fotos da regata Volvo Ocean Race

Velejadores do Team Brunel, líder da Volvo Ocean Race, sofrem com as condições do mar durante a quinta etapa da prova. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceBarco da equipe Alvi Medica ocupa a segunda posição na quinta etapa da Volvo Ocean Race, entre Auckland e Itajaí. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceTeam Brunel lidera a Volvo Ocean Race. Foto: DivulgaçãoIntegrantes do barco da equipe MAPFRE estão passando por problemas no sistema de comunicação, durante a quarta etapa da prova. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe MAPFRE optou por uma rota mais tradicional durante a quarta etapa da Volvo Ocean Race. Foto: DivulgaçãoO barco chinês Dongfeng segue na liderança da Volvo Ocean Race, durante a quarta etapa da regata. Foto: DivulgaçãoBarco chinês Dongfeng venceu a etapa da Volvo Ocean Race entre Abu Dhabi e  Sanya. Foto: Rick Tomlinson/Volvo Ocean RaceO barco de bandeira chinesa Dongfeng vem se consolidando na liderança da terceira etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceTripulante do barco da equipe Abu Dhabi, durante a disputa da segunda etapa da regata Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceEmbarcação da equipe chinesa Dongfeng passou por problemas em pleno Oceano Índico, durante a segunda etapa da Volvo Ocean Race. Foto: DivulgaçãoO barco da equipe espanhola MAPFRE tirou a liderança da equipe Abu Dhabi, durante a segunda etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceBarco da equipe Alvimedica durante a segunda etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceSegunda etapa da Volvo Ocean Race saiu da Cidade do Cabo, na África do Sul. Foto: María Muiña/MAPFREBarcos encaram vento forte e ondas grandes na segunda etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Brian Carlin/Team VestasIntegrante da tripulação do Abu Dhabi exibe a bandeira dos Emirados Árabes na chegada à Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Abu Dhabi chega em primeiro lugar na Cidade do Cabo, na África do Sul. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceLíder da Volvo Ocean Race, o barco da equipe Abu Dhabi se aproxima da Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceIntegrante da equipe Abu Dhabi, na etapa entre Alicante e Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceIntegrantes do barco Dongfeng trabalham duro na etapa entre Alicante e Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceTripulante do barco da equipe Dongfeng, na etapa entre Alicante e Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceIntegrantes da equipe Vestas Wind, durante a etapa entre Alicante e Cidade do Cabo. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Abu Dhabi segue firme rumo à vitória da primeira etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Abu Dhabi segue firme rumo à vitória da primeira etapa da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe chinesa Dongfeng Race Team sofreu vários problemas neste domingo e se distancioi dos líderes. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe chinesa Dongfeng Race Team sofreu vários problemas neste domingo e se distancioi dos líderes. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe espanhola MAPFRE segue na sexta colocação da Volvo Ocean Race. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Abu Dhabi assumiu a liderança da Volvo Ocean Race (30/10). Foto: Matt Knighton/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Abu Dhabi assumiu a liderança da Volvo Ocean Race (30/10). Foto: Matt Knighton/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Vestas Wind briga pela liderança da Volvo Ocean Race (30/10). Foto: Brian Carlin/Volvo Ocean RaceO barco da equipe Dongfeng está a menos de 30 km do líder Abu Dhabi (30/10). Foto: Yann Riou/Volvo Ocean RaceOs barcos da Volvo Ocean Race estão a caminho da Cidade do Cabo, na África do Sul (28/10). Foto: Stefan Coppers/Team Brunel/Volvo Ocean RaceOs barcos da Volvo Ocean Race estão a caminho da Cidade do Cabo, na África do Sul (28/10). Foto: Stefan Coppers/Team Brunel/Volvo Ocean RaceOs barcos da Volvo Ocean Race estão a caminho da Cidade do Cabo, na África do Sul (28/10). Foto: Stefan Coppers/Team Brunel/Volvo Ocean RaceOs barcos da Volvo Ocean Race estão a caminho da Cidade do Cabo, na África do Sul (28/10). Foto: Stefan Coppers/Team Brunel/Volvo Ocean RaceA largada da regata de Volta ao Mundo aconteceu em Alicante (ESP), reunindo muitos torcedores. Foto: Getty ImagesBarcos da Volvo Ocean Race partem de Alicante, na Espanha, neste sábado (11/10). Foto: Handout/Getty ImagesSete barcos partiram em direção à Cidade do Cabo, na África do Sul. Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceLargada da Volvo Ocean Race aconteceu na manhã deste sábado (11/10) em Alicante (ESP). Foto: Divulgação/Volvo Ocean RaceOs barcos fazem os últimos preparativos para a largada da Volvo Ocean Race, a regata de volta ao mundo. Foto: DivulgaçãoO velejador brasileiro André . Foto: Divulgação



"Quando o mastro ficou quase grudado na água eu sofri o maior susto da minha vida", disse o repórter a bordo do MAPFRE, Fran Vignale. "Tivemos que reparar velas e perdemos tempo com isso. Mesmo com o susto e as manobras, não perdemos muito tempo e conseguimos nos recuperar".

O time do Dongfeng foi o primeiro a relatar a realização dessa manobra, chamada de jibe chinês. "Levou de duas a três horas para resolver a confusão, o barco estava todo de lado", disse Yann Riou, repórter a bordo da equipe vermelha.

O comandante Charles Caudrelier relatou a experiência. "Curioso experimentar o meu primeiro jibe chinês em um barco chinês. Confesso que a noite passada foi um inferno. Ficamos deitados na água, com 40 nós de vento e 5 metros onda. Isso não é divertido. Estranhamente, no entanto, esta posição é muito calma e tranquila a bordo. Não temos o barulho usual e dá para se comunicar".

A liderança da etapa cinco - entre Auckland e Itajaí - está nas mãos dos holandeses do Team Brunel. O Abu Dhabi é que está mais próximo deles. Em terceiro está o Team Alvimedica, seguido pelo MAPFRE, Dongfeng e Team SCA.

Confira a classificação em tempo real da Volvo Ocean Race


Leia tudo sobre: Volvo Ocean RaceVela

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas