Embarcação da equipe Dongfeng Race Team enfrentou diversos problemas neste domingo, mas ainda tem chances de impedir a vitória do líder Abu Dhabi nesta primeira etapa

Apesar de ter enfrentado sérios problemas, inclusive no sistema de velas, o barco da equipe chinesa Dongfeng Race Team ainda segue na caça do líder Abu Dhabi pela vitória na primeira etapa da regata de vela ocêanica Volvo Ocean Race 2014/15, a regata de volta ao mundo.

Veja imagens da Volvo Ocean Race 2014/15


Os asiáticos continuam poucas milhas atrás do Abu Dhabi, após uma recuperação na aproximação à África do Sul. Neste último domingo, a equipe chinesa teve um problema no sistema de uma das velas, que se danificou seriamente. Outras partes do veleiro quebraram, inclusive um equipamento de transmissão via satélite. Não houve feridos, mas os danos vão impedir uma série de manobras para o time de Charles Caudrelier.

Mark Turner, dirigente da OC Sports, empresa que gerencia a campanha do Dongfeng, falou sobre o problema. "Mesmo com a quebra, o frio e a umidade a bordo, nossos velejadores conseguiram voltar à caça ao Abu Dhabi e já recuperaram os quilômetros perdidos". Todo o processo durou cerca de meia hora e os chineses do Dongfeng perderam mais de cinco quilômetros.

Dias atrás, o Dongfeng chegou a perder a liderança quando teve que reparar o leme, que se chocou com algum objeto no Oceano Atlântico.

Os primeiros colocados na última atualização, Abu Dhabi, Dongfeng e Team Brunel, estão próximos de cruzar a linha de chegada na Cidade do Cabo, na África do Sul. Faltam menos de 1.500 quilômetros para acabar a perna número um, que começou em Alicante, na Espanha. A previsão de chegada, de acordo com as condições de vento, varia entre esta quarta (5) e quinta (6).

A flotilha da Volvo Ocean Race tem ainda Team Vestas Wind, Team Alvimedica, MAPFRE e Team SCA, nessa ordem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.