Equipe liderada pelo capitão Franck Cammas ficou na segunda posição na última perna da regata e garantiu antecipadamente o título desta edição

Festa francesa na madrugada desta terça-feira (3) em Galway, na Irlanda. O barco Groupama ficou em segundo lugar na última perna da Volvo Ocean Race e assegurou o título desta edição da regata de Volta ao Mundo. O trinufo coroa a tripulação de Franck Cammas, que virou o jogo nas reta final, principalmente após a quebra do mastro no caminho entre a Nova Zelândia e o Brasil (Itajaí), em abril.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Franceses do Groupama comemoram o título da regata de volta ao mundoa
AP
Franceses do Groupama comemoram o título da regata de volta ao mundoa

O campeonato de oito meses de duração também está definido matematicamente em todas as posições após a vitória do Camper no trecho entre Lorient e Galway. O veleiro de bandeira espanhola/neozelandesa completou os quase 200 quilômetros pelo Atlântico Norte em 1 dia, 13 horas e 40 minutos e confirmou o vice. Os norte-americanos do Puma, segundo até então, caiu para terceiro e o Telefónica, que liderou a maior parte da Volta ao Mundo, terminou em quarto e fora do pódio. Na sequência aparecem Abu Dhabi e Sanya.

Leia mais:  Chefão da Volvo elogia Itajaí, mas nega acerto para 2014

Resta apenas a regata do porto, marcada para o sábado, mas os franceses não podem mais ser alcançados, já que a diferença para o Camper é de 24 pontos e a prova irlandesa valerá apenas seis pontos ao vencedor. 

Confira ainda:  Ovacionado pelos fãs em Itajaí, Joca Signorini pensa nos Jogos de 2016

"É um momento muito feliz para nós", comemora Franck Cammas. "Eu não achava que poderíamos ganhar. É o meu sonho realizado". Os franceses foram recebidos por milhares de pessoas em Galway, mesmo tarde da noite. A conquista é a segunda da França em Volta ao Mundo. A primeira foi em 1986 com L´Espirit d´Equipe, de Lionel Péan.

Franceses ficaram em segundo na última perna da regata e garantiram o título
AP
Franceses ficaram em segundo na última perna da regata e garantiram o título



Os franceses tiraram 28 pontos de vantagem desde a Parada de Sanya na China para o Telefónica. Um dos pontos decisivos foi a vitória da Regata do Porto de Itajaí, justamente após a quebra do mastro ocorrida na região do Uruguai, na subida ao Brasil.

O brasileiro Joca Signorini, chefe de turno do Telefónica, está satisfeito com o desempenho da equipe espanhola, mesmo após liderar o evento pela maior parte do tempo. "Foi uma competição dura e uma jornada longa. O Groupama está de parabéns".

Classificação da Volvo Ocean Race:
1º - Groupama - 250 pontos
2º - Camper - 226 pontos
3º - Puma - 220 pontos
4º - Telefónica - 209 pontos
5º - Abu Dhabi - 129 pontos
6º - Sanya - 50 pontos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.