Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Thiago Pereira conquista mais dois ouros na Copa do Mundo de natação

Nadador foi o mais rápido nos 100m e 400m medley e chegou a 17 medalhas de ouro nas seis etapas da competição disputadas até agora

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861705523&_c_=MiGComponente_C

Thiago Pereira conquistou mais duas medalhas de ouro em sua caminhada para conqusitar o título da Copa do Mundo de natação. O nadador venceu as provas de 100m e 400m medley na 6ª etapa da Copa do Mundo de Piscina Curta, que começou nesta terça-feira, em Moscou, na Rússia e alcançou o 19º pódio na competição, com 17 ouros e duas pratas.

Nos 400m medley, o atleta dominou desde a saída e ganhou com facilidade. Nos últimos metros, o brasileiro diminuiu o ritmo para marcar 4min07seg06, mais de dois segundos à frente do atleta da casa Alexander Tikhonov (4min09seg83) e do ucraniano Dmytro Nazarenko (4min13seg55).

Thiago é recordista dos 400m medley da Copa e venceu esta prova nas seis etapas disputadas até o momento. "É uma prova que gosto muito e estou contente em ganhar mais uma vez. Consegui me poupar para as próximas disputas", afirmou.

Na sequência, nos 100m medley, ele registrou 53seg12 para vencer e recuperar o ouro perdido na etapa anterior, na Alemanha, para o local Markus Deibler. Recordista da prova na Copa, o russo Sergey Fersikov marcou 53seg28 e ficou com a prata, seguido pelo sul-africano Darian Townsend (53seg43). "Foi uma prova muito equilibrada. O nível está muito bom e isso motiva a nadar melhor", disse o brasileiro.

Thiago pode ser campeão antecipado - Para ser o Rei da Copa antecipado, Thiago precisa abrir 50 pontos de vantagem para o segundo colocado. O brasileiro lidera o ranking com 113 pontos, 57 a mais do que o sul-africano Darian Towsend.

O atleta de melhor performance de cada etapa leva 25 pontos, mas na sétima e decisiva disputa, que será realizada em Estocolmo, na Suécia, nos dias 6 e 7 de novembro, a pontuação valerá em dobro. Além disso, cada nadador que bater recorde mundial conquista 20 pontos de bônus. Vale lembrar que as principais marcas foram registradas na era dos maiôs tecnológicos.

Nesta terça-feira, Stanislav Donets, da Rússia, foi o dono do melhor desempenho geral, nos 100m costas. Thiago, que treina com David Salo no Trojan Swim Club, em Los Angeles, nos Estados Unidos, nadará os 200m medley nesta quarta-feira, prova em que foi eleito o atleta de melhor performance nas quatro etapas que venceu.

Leia tudo sobre: outros esportes - natação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG