Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Scheidt retorna de temporada vitoriosa na Europa de olho no Brasileiro de Star

Ao lado do proeiro Bruno Prada, velejador conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de Pequim

Gazeta Esportiva |

Robert Scheidt está de volta ao Brasil depois de uma temporada vitoriosa na Europa, onde estava desde o fim de março. Nesse período, participou de sete competições na classe Star, foi ao pódio cinco vezes e ainda usou o intervalo entre os torneios para bons treinos no Lago di Garda, na Itália, ao lado do proeiro Bruno Prada.

Já em campanha olímpica, a dupla soube aproveitar todas as oportunidades para se manter em atividade, intensificando a preparação para Londres-2012 - em Pequim-2008, Scheidt e Prada ficaram com a medalha de prata. O próximo desafio é o Campeonato Brasileiro, no Rio de Janeiro.

Com Prada, Scheidt foi campeão da Semana de Kiel (junho) e do Campeonato Italiano (setembro), prata na Taça Balardi (outubro) e bronze na Taça Amizade (outubro), além de quarto na Skandia Sail for Gold 2010 (agosto), na raia que será usada na Olimpíada de Londres, e nono no Europeu de Star (junho). Com o proeiro alemão Frithof Kleen - compromissos no Brasil impediram Bruno Prada de ir para a Europa - conquistou a prata no Eastern Hemisphere Championship (setembro).

Os bons resultados valeram a Scheidt e Prada a retomada da liderança do ranking mundial da classe Star, em julho, posição que ainda mantêm. Na última relação, divulgada em 22 de setembro, a dupla brasileira aparece no topo da classificação, com 4.655 pontos, seguida pelos suecos Fredrik Loof e Johan Tillander, com 4.575.

"Fizemos um boa temporada na Europa, os últimos dois meses foram muito bons", comemorou Scheidt. "Focamos muito na nossa preparação e as coisas só tendem a melhorar. Estamos melhor neste fim de 2010 do que estávamos no início do ano. Gostei muito dos resultados que conseguimos conquistar nesses últimos meses na Itália", destacou.

Mal retornaram da temporada europeia de vela, Scheidt e Prada já treinam para o Campeonato Brasileiro da Classe Star, a partir desta sexta-feira, no Iate Clube do Rio de Janeiro. "É um evento muito importante, a primeira seletiva para montar a equipe brasileira de vela olímpica para 2011", explica Scheidt, acrescentando que a dupla vai correr o Brasileiro com o barco alemão Mader. "Esse barco precisa ser ajustado, já que ficou muito tempo parado aqui no Brasil", comentou.

Na Europa, Scheidt e Prada optaram por velejar com barcos italianos. No Campeonato Italiano, por exemplo, o escolhido foi o Lillia da campanha da prata olímpica em Pequim, que estava parado havia dois anos. Nos últimos treinos no Lago di Garda e na Taça Balardi, o barco foi um Folli. A variação faz parte do planejamento que a dupla estabeleceu para escolher qual será usado em 2011 e 2012. "Vamos velejar com a maior variedade possível de fabricantes para fazer um laboratório e, a partir daí, definir o que usaremos nos dois próximos anos", explicou Prada.

Scheidt prevê uma disputa emocionante no Brasileiro de Star, de 12 a 15 de novembro, que deve ser o último evento da dupla este ano. "É difícil velejar na Baía da Guanabara. As regatas são muito dinâmicas, tem muita correnteza, que muda a toda hora de direção. Lá, não tem regata perdida nem ganha. Deve ter favorito que não vai ganhar nenhuma regata", analisou.

Leia tudo sobre: outros esportes - vela

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG