Homem que quebrou a barreira do som diz que precisou de psiquiatra para salto

Por Raphael Gomide - iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O austríaco Felix Baumgartner, vencedor do Laureus de esportista de ação de 2012, disse que precisou de auxílio para bater o recorde de queda livre em outubro do ano passado

Ian Walton/Getty Images
Felix Baumgartner recebe o Laureus de melhor esportista de ação do ano

Felix Baumgartner, que quebrou a barreira do som ao saltar da estratosfera e ganhou nesta segunda o Prêmio Laureus de esportista de ação de 2012, precisou do apoio de um psiquiatra.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O que o levou a pedir ajuda profissional foi o medo de ficar cinco horas dentro de sua roupa especial, isolado do mundo, "ouvindo apenas a respiração", como explicou.

Leia mais: Murray supera Neymar entre as revelações no Laureus. Daniel Dias é bi

"Primeiro eu ia ficar dentro da roupa 40 minutos, uma hora, depois subiu para cinco horas! Só se ouve sua respiração. Eu deveria ser um herói, mas precisei de um psiquiatra. Em duas ou três semanas, ele só conversou comigo e eu já era capaz de passar cinco horas na roupa", revelou.
Para ele, os limites do homem nunca deixarão de ser quebrados.

"Nunca vai acabar. Sempre dizem que há um limite, mas não há. Antigamente o campeão mundial era aquele que dava uma cambalhota para trás com skis. Hoje, são duas, três. Nas motos, a dupla cambalhota para trás é exigência mínima."

Veja o salto de Felix Baumgarntner:


Leia tudo sobre: felix baumgartnerlaureus

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas