Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Pinheiros dá primeiro passo rumo ao Tri da Liga Nacional de Polo Aquático

Segundo jogo será neste domingo e Fluminese precisa reverter a diferença de gols para se tornar campeão

Gazeta Esportiva |

O Pinheiros saiu na frente em sua luta pelo tricampeonato da Liga Nacional de Polo Aquático masculino. Neste sábado (11), no parque aquático Júlio de Lamare (Maracanã), o clube paulista derrotou o Fluminense/BNY Mellon por 9 a 5 (ECP 4x1 FLU / 2x1 / 1x1 / 2x2). Ao tricolor carioca resta a esperança de devolver a diferença de gols no segundo e decisivo jogo, marcado para este domingo (12), no mesmo local, a partir das 10h45.

O Pinheiros entrou forte na partida, sabendo da vantagem do adversário por dois resultados iguais devido à melhor campanha durante toda a competição. Danilo abriu o marcador para o Pinheiros aos 5min59s para o fim do quarto e rapidamente o clube paulista ampliou a vantagem. O Fluminense chegou a diminuir com o astro brasileiro/espanhol Kiko Perrone aos 3min22s, mas o Pinheiros novamente abriu vantagem, o que seria importante no desenrolar do jogo.

O segundo período foi mais equilibrado, com o Fluminense tentando de tudo para se aproximar no placar, mas o Pinheiros demonstrou tranquilidade e com boas defesas de Luis Maurício não só segurou a vantagem como ampliou a diferença para quatro gols. O terceiro quarto foi o mais parelho e terminou empatado em um gol.

Já o período final foi de extremo nervosismo. O Fluminense marcou logo no início com Shalon e perdeu muitos gols em contra-ataques. No meio do quarto, Felipe Charuto fez mais um para o Pinheiros. Faltando menos de 2 minutos e meio, Kiko Perrone marcou de pênalti para o Flu. O Pinheiros gastou o tempo e não deixou o adversário se aproximar no marcador. E no fim, restando apenas nove segundos, Marcelo Franco conseguiu tornar a vitória ainda mais feliz: 9 a 5.

"Entramos muito focados e temos que repetir isto amanhã (domingo). Falei com a turma que temos de usar o nosso exemplo da semifinal contra o Paulistano, para quem perdíamos por três gols e fomos buscar a vaga na decisão com apenas um minuto. Por isso, não podemos achar que já acabou. O Fluminense tem um timaço e teremos que usar a experiência e inteligência para saber aproveitar a vantagem que construímos", definiu o capitão do Pinheiros, Daniel Mameri.

Após o segundo quarto o técnico tricolor, Carlos Carvalho, já definia bem o que foi o jogo e que não mudou muito até o final. Mas o aviso dado ali serve para o jogo decisivo de domingo.

"Não entramos ligados, jogamos mal e deixamos eles construírem esta diferença. Temos que entrar no jogo e acreditar em nós", concluiu Carlinhos.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG