Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Pacquiao diz que deve deixar o boxe em três anos

Campeão mundial também garantiu que está disposto a lutar contra o mexicano Juan Manuel Marquez de novo

Agência Estado |

Ainda em comemoração pela sua vitória sobre Antonio Margarito, no dia 13 de novembro, que confirmou o seu status de um dos maiores boxeadores da atualidade, Manny Pacquiao revelou nesta segunda-feira que planeja se aposentar em três anos, quando completará 35. "Não muito distante, mas eu não quero ir além do 35", disse Pacquiao, que fará 32 anos dezembro, ao ser questionado, durante entrevista coletiva em Manila, quando pretende parar de lutar.

O campeão mundial também garantiu que está disposto a lutar contra o mexicano Juan Manuel Marquez de novo, mas disse crer que a realização do combate não empolgaria os fãs. Ele afirmou que não tem nenhum problema de lutar com Marquez e poderia assinar um acordo, se as negociações forem justas e ele tiver a garantia de uma boa premiação."Mas eu acho que as pessoas não estão assim tão interessadas, porque se eu fosse um fã de boxe, eu não iria assistir Pacquiao x Marquez", disse

Pacquiao, que foi eleito deputado distrital na província de Sarangani nas eleições nacionais de maio, abraçou a política local e surpreendeu a muitos, levando seu novo trabalho tão a sério quanto o boxe. Ele disse que iniciou os passos para construir o primeiro hospital para os 500 mil moradores de Sarangani, além de oferecer programas para os pobres.

Pacquiao afirmou que suas realizações mostram que os filipinos podem se sobressair contra todas as probabilidades. "Meu oitavo cinturão, o primeiro na história do boxe, mostrou para todos que o povo filipino é a oitava maravilha do mundo", disse.

Leia tudo sobre: outros esportes - boxe

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG