Tamanho do texto

Estreantes no Mundial, Petrix Barbosa e Francisco Barreto mostraram na Escócia, que têm um futuro próspero no esporte

Os jovens ginastas brasileiros bem que tentaram, porém não conseguiram chegar às finais da etapa de Glasgow (Escócia) da Copa do Mundo de ginástica. Estreantes na competição, Petrix Barbosa e Francisco Barreto mostraram que têm um futuro próspero.

Petrix disputou quatro provas e ficou perto de garantir uma vaga na decisão em duas. O atleta, de 18 anos, ficou em nono na barra fixa e nas paralelas - apenas uma posição acima da classificação. A revelação ficou ainda em décimo lugar no salto e em 19º no solo.

Já Barreto também bateu na trave na barra fixa (obteve a décima melhor nota) e no cavalo com alças, quando terminou em décimo primeiro. Por fim, o tupiniquim, de 20 anos, fechou sua participação com 20ª e última posição nas argolas.

O terceiro brasileiro na Escócia foi Luiz Augusto dos Anjos, que ficou em 14ª lugar nas argolas, 15ª nas paralelas e 26º no salto sobre o cavalo. Sem representantes nacionais, a etapa de Glasgow continuará no sábado e, por ser a última etapa da temporada, definirá os campeões em cada aparelho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.