Atletas da seleção de polo aquático feminino da Itália ajudaram no resgate de três turistas que se afogavam em mar na região da Ligúria

Aleksandra Cotti, Rosaria Aliello e Elisa Queirolo  resgataram banhistas em praia italiana
Reprodução
Aleksandra Cotti, Rosaria Aliello e Elisa Queirolo resgataram banhistas em praia italiana

Após a vitória por 11 a 10 em amistoso contra a seleção da Grécia, as meninas do polo aquático italiano foram descansar em Porto Maurizio, na região de Ligúria. Mas o sossego durou pouco e três vice-campeãs dos Jogos Olímpicos  de 2016 ajudaram no resgate de três banhistas que se afogavam no mar da província de Impéria.

LEIA TAMBÉM: Medalhista olímpica busca namorado e fica peladona em reality show na Holanda

Elisa Queirolo, Rosaria Aiello e Aleksandra Cotti perderam a final para as americanas e foram medalha de prata nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. As três atletas da seleção feminina do esporte italiano, conhecida como setterosa, entraram no mar agitado para salvar a vida dos banhistas e foram ainda aplaudidas pelo público presente na praia.

"Além da tensão deste tipo de momento, foi emocionante poder ter sido útil desta maneira", afirmou Elisa Queirolo, capitã da equipe, ao jornal "La Gazzetta dello Sport". "A melhor coisa foi ver a gratidão da garota estrangeira, que me abraçou chorando de medo depois do que aconteceu", disse Rosaria.

LEIA TAMBÉM: Ryan Lochte admite que pensou em se suicidar após escândalo no Rio 2016

Brasileira na Itália

Izabella Chiappini
Divulgação
Izabella Chiappini

Em março de 2017, Izabella Chiappini, um dos principais nomes do polo aquático brasileiro foi anunciada como o novo reforço da seleção da Itália . A paulistana tem dupla cidadania e ainda com o Brasil, recebeu medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011 e Toronto 2015.

LEIA TAMBÉM: Refugiada do Rio 2016 recebe o status de embaixadora da ONU

No ano de 2015, Izabella foi eleita a segunda melhor atleta do mundo pelo site "WaterPoloWorld". Um ano mais tarde, o Brasil foi eliminado das Olimpíadas em casa nas quartas de final pelas campeãs norte-americanas. Após o maior evento esportivo do mundo, a jovem de 21 anos fechou contrato com clube italiano e agora é colega de equipe das vice-campeãs que resgataram os banhistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.