Nova diretoria do clube, que assumiu nesta quinta-feira, justificou o corte dizendo que a modalidade não se paga

Cielo exibe as quatro medalhas de ouro conquistadas no Pan de Guadalajara, em 2011
Alexandre Vidal/Fla Imagem
Cielo exibe as quatro medalhas de ouro conquistadas no Pan de Guadalajara, em 2011

O Flamengo não vai renovar contrato com Cesar Cielo. O vínculo do campeão olímpico e mundial termina na próxima segunda-feira, dia 31. A nova gestão do Fla decidiu terminar com a equipe de natação, composta também por atletas como Henrique Barbosa, Nicholas Santos, Leonardo de Deus, Joanna Maranhão, Daynara de Paula e Etienne Medeiros.

Vicê achou correto o fim da equipe de natação do Flamengo? Opine

Em coletiva nesta sexta-feira, Alexandre Póvoa, novo vice de esportes olímpicos, anunciou o fim da equipe profissional. A justificativa é a de que a modalidade não é autossustentável. Além disso, por não treinar no clube, a modalidade não servia como exemplo para base. De acordo com Póvoa, o clube não pagou os últimos três meses de salários aos atletas.

Veja também: Investidores do esporte veem resultados positivos nas modalidades que apoiam

Inicialmente, a prioridade do clube vai ser investir nas divisões de base da categoria e melhorar a infraestrutura da Gávea, como reconstruir o parque aquático.

Espírito Olímpico: A montanha-russa eterna no esporte brasileiro

Alexandre Póvoa ainda apresentou o novo diretor-executivo de esportes olímpicos, Marcelo Vido. Ex-jogador de basquete, Vido já defendeu o Flamengo e estava no Minas Tênis Clube.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.