João Gomes vence 50 m peito e garante vaga no Mundial da Turquia

Atleta do Pinheiros bate o recorde do Torneio Open de natação, em Guaratinguetá, e assegura um lugar em Istambul

iG São Paulo |

Divulgação/Agif
João Gomes assegurou índice para o Mundial de Istambul nos 50 m peito

Em prova muito disputada, João Gomes Junior assegurou nesta quinta-feira um lugar no Campeonato Mundial de natação de piscina curta em Istambul, ao vencer os 50 m peito pelo Torneio Open, que está sendo realizado Guaratinguetá (SP). Gomes venceu e bateu o recorde do campeonato, cravando 26s63, que lhe rendeu a vaga no Mundial. Diego Cândido Prado, do Serc São Caetano/SP, chegou em segundo e também conquistou índice (26s65), mas como a prova já tem dois classificados para o Mundial – Felipe França, do Pinheiros, marcou 26s52 no Troféu Finkel – ele fica como reserva nesta prova.

Quantas medalhas você acha que o Brasil conquistará no Mundial da Turquia? Opine

"Minha mão escorregou na saída e desta vez consegui me manter calmo na virada para conseguir voltar bem e conquistar a vitória e o índice. Mas cheguei a pensar que ia ficar no quase novamente", brincou Gomes, que ficou de fora dos Jogos de Londres por muito pouco. O recorde de campeonato anterior era de Felipe França, com 26s71, em 2010. França terminou em quarto lugar, 26s92, quatro centésimos atrás de seu “xará” Felipe Lima, do Minas Tênis.

Veja também: Flavia Delaroli perde por um centésimo e não consegue índice nos 50 m livre

Nos 50 m livre feminino, Flavia Delaroli, do Pinheiros, inverteu a ordem de chegada da manhã, durante o Troféu Daltely Guimarães/Brasileiro Senior, quando Alessandra Marchioro (Fluminense), chegou um centésimo à sua frente. Delaroli repetiu o tempo da manhã e venceu em 24s76, enquanto Marchioro foi a segunda colocada, oito centésimos atrás. Em terceiro chegou Graciele Hermman, do Grêmio Náutico União, com 25s12. Nenhnuma delas alcançou o índice para o Mundial.

Leia também: Guido bate recorde e Flavia Delaroli adia aposentadoria em seletiva para Mundial

Entre os homens, assim como fizera pela manhã, o melhor foi Nicholas Santos, do Flamengo, vencedor em 21s34, a cinco centésimos da marca estipulada para o Mundial. O finalista olímpico em Londres, Bruno Fratus, conquistou a prata em 21s46, deixando o bronze para seu companheiro de Pinheiros, Walter Lessa, 21s90.

Já Thiago Pereira, que ficou com o ouro nos 100 m borboleta (51s50) no Brasileiro Sênior (Troféu Daltely Guimarães) pela manhã no Itaguará Country Club, evitou agravar a lesão na coxa direita e preferiu desistir de nadar à noite para realizar um trabalho de fisioterapia. "Não quero me desgastar e acabar me prejudicando. Faz parte do esporte essas dores, principalmente quando voltamos de férias de um ciclo olímpico", explicou o nadador.

Flavia Delaroli adiou a aposentadoria neste ano. Relembre outros casos:


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG