Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google

Cielo avança à final dos 100 m livre do Troféu José Finkel com melhor tempo

Mesmo sem ter alcançado ainda o índice para esta prova no Mundial de piscina curta, que será realizado na Turquia, nadador do Flamengo cravou o melhor tempo nas semifinais

Agência Estado | - Atualizada às

Agência Estado

Sem maior esforço, Cesar Cielo garantiu vaga na decisão dos 100 metros livre do Troféu José Finkel, nesta quinta-feira, ao cravar o melhor tempo das semifinais, na piscina curta do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Apesar da liderança geral, com o tempo de 47s42, Cielo ainda não obteve o índice da prova para o Mundial de Piscina Curta de Istambul, em dezembro. O brasileiro não faturou a classificação porque reduziu o ritmo nos metros finais da prova, visando a final, que será disputada nesta sexta.


Veja também: Cielo lidera 100 m livre e avança, mas ainda busca índice mundial

"Os resultados foram bem próximos. Tentei guardar o máximo para amanhã", afirmou Cielo, em entrevista ao canal Sportv. "Não vai estar fácil, não. O pessoal está bem. Tenho que baixar o tempo", projetou o velocista, que precisa alcançar o tempo de 46s99 para entrar no Mundial.

Leia também: Em boa fase, Thiago Pereira bate recorde sul-americano nos 100 m medley

Cielo já tem o índice nos 50 metros livre, prova que venceu no José Finkel na terça-feira. Ele ainda nadará os 50 metros borboleta e os revezamentos 4x50m e 4x100m livre e o 4x100m medley.

Blog do Rogério Romero: José Finkel tem recordes, índices e dúvidas

Depois de Cielo, foi a vez de Kaio Márcio e Thiago Pereira brilharem nas semifinais dos 200 metros borboleta. Os dois nadadores faturaram o índice para o Mundial. Kaio Márcio bateu em primeiro e conquistou a medalha de ouro na prova, com o tempo de 1min52s44, seguido de perto por Thiago Pereira, com 1min52s56. O pódio foi completado por Leonardo de Deus, que chegou em terceiro, com 1min55s01.

Thiago ainda voltou a água para conquistar a medalha de ouro nos 100 m medley, com o tempo de 52s64 e garantir outro índice para o Mundial.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG