Após prata nos Jogos Olímpicos de Londres, nadador do Corinthians segue bem no Troféu José Finkel

Nesta quarta-feira, o nadador Thiago Pereira disputou a semifinal dos 100m medley  no Troféu José Finkel e se classificou no primeiro lugar com o tempo de 52s25, 0s10 a menos que o recorde sul-americano, sua própria marca.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Thiago Pereira comemorou boa marca nesta quarta
Reuters
Thiago Pereira comemorou boa marca nesta quarta

Dessa forma, o atleta atingiu também mais um índice para o Mundial de Istambul após já ter conseguido a marca 400m medley. Atrás dele, veio Henrique Rodrigues, do Fluminense, com 53s57.

VEJA:  Mais três brasileiros se garantem no Mundial de piscina curta na Turquia

Thiago Pereira se mostrou satisfeito pelo recorde. "Queria bater o recorde sul-americano logo, para somar pontos para o Corinthians (clube que o nadador defende). Sabia que seria difícil, era uma marca forte de dois anos atrás, mas nadei bem", declarou.

MAIS:  Aposentado, Michael Phelps pode interpretar Tarzan nos cinemas

Já na final dos 100m peito, Felipe França, do Pinheiros, conquistou a medalha de ouro. Tanto ele quanto Felipe Lima, do Minas, atingiram o índice para o Mundial de Istambul. O confronto foi equilibrado, com França atingindo 58s17 e ficando apenas 0s08 à frente do rival. Henrique Barbosa, do Flamengo, ficou em terceiro com a marca de 58s62, mas não atingiu o índice para o Mundial, que era de 58s37. Quem também atingiu o índice foi Etiene Medeiros, primeira brasileira a se garantir no Mundial. A nadadora conseguiu o tempo de 26s99 nas semifinais do 50m costas e bateu a marca necessária por 0s14.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.