Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Nadadores não conseguem índice olímpico no último dia do Open

Atletas ainda terão três chances para buscarem vaga em 2012: o Sul-Americano absoluto, o Troféu Maria Lenk e a Tentativa Olímpica

AE |

selo

O último dia de competições do Torneio Open de Natação, disputado simultaneamente ao Campeonato Brasileiro Sênior, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio, não registrou a obtenção de nenhum índice olímpico. Apesar da expectativa, Joanna Maranhão não conseguiu cumprir o objetivo de conseguir o índice dos 200 metros borboleta. Neste domingo, ela venceu a prova com o tempo de 2min11s66, mas lamentou por ter ficado distante da vaga na prova nos Jogos Olímpicos de Londres.

O vencedor da versão masculina dos 200 metros borboleta foi Leonardo de Deus, com o tempo de 1min59s10. O nadador do Flamengo enfrentou uma maratona nesta semana no Rio e cumpriu com êxito o seu programa de provas. Ele venceu as disputas dos 100 metros costas, 200 metros costas e 200 metros borboleta no Brasileiro Sênior. No Open, foram duas vitórias, com a outra sendo nos 200 metros costas.

"Mesmo cansado por causa dos treinos fortes e da quantidade de provas, mesmo sem estar polido nem raspado, tive resultados muito bons", avaliou Leonardo de Deus. "Isso só me mostra que estou mais maduro, mais forte, melhor. Vou entrar com tudo em 2012."

Também neste domingo, no último dia de competições, Ana Marcela Cunha e Marcos de Oliveira triunfaram nos 400 metros livre e Fabíola Molina e Guilherme Guido venceram nos 100 metros costas.

Com esses resultados, o Mimas Tênis terminou em primeiro no Open, enquanto Leo de Deus e Joanna Maranhão foram os atletas que mais pontuaram por suas equipes. Fabíola Molina, nos 40 metros costas, e Felipe França, nos 50 metros peito, conseguiram os melhores índices técnicos.

Nos cinco dias de provas, cinco nadadores conseguiram índices para a Olimpíada de Londres: Graciele Hermann, nos 50 metros livre; Joanna Maranhão, nos 400 metros medley; Nicolas Oliveira, nos 100 metros livre; João Gomes Jr., nos 100 metros peito; e Henrique Barbosa, nos 200 metros peito.

Assim, o Brasil está, até o momento, com 13 atletas, sendo dez homens e três mulheres, com índices para os Jogos de Londres. Os atletas ainda terão três chances para buscarem a vaga na próxima Olimpíada: o Sul-Americano absoluto, em março; o Troféu Maria Lenk, em abril; e a Tentativa Olímpica, em maio.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG