Vila está pronta para entrar na fase final da construção de um local que receberá mais de 5 mil atletas em outubro

A cidade mexicana de Guadalajara conseguiu anular a ordem de suspensão da construção da Vila Pan-Americana, emitida no último fim de semana, e está pronta para entrar na fase final da construção de um local que receberá em outubro mais de 5 mil atletas.

"Estamos contentes porque seguimos construindo a vila, como sempre, não paramos nada. Não interrompemos contratos, nem cancelamos patrocínios, como se nada tivesse acontecido. Estamos no tempo correto", declarou o presidente do Comitê Organizador (Copag), Carlos Andrade Marín.

A incerteza sobre a vila e o Pan veio à tona quando o juiz Armando García, do tribunal administrativo, decidiu suspender a construção como parte de um julgamento por supostas violações do uso do solo. Entre as tentativas de interrupção e a negativa dos construtores de pararem os trabalhos, o Governo do estado de Jalisco, cuja capital é Guadalajara, conseguiu que um juiz anulasse a ordem de suspensão.

O presidente do Copag disse que os construtores já se comprometeram a entregar uma parte da vila, que, a 162 dias do Pan, mostra um avanço de cerca de 80% da construção. Andrade informou que agora serão realizadas as licitações para os serviços como o de lavanderia e para colocar pisos nos apartamentos do local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.