Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Sem cirurgia, João Derly volta aos tatames em 2 meses

Judoca sofreu nova lesão no joelho em março e temia ter de se submeter a outra operação para se recuperar

Agência Estado |

selo

João Derly passou por duas cirurgias seguidas no joelho esquerdo, que o deixaram 15 meses afastado do judô. Quando voltava a competir, durante a seletiva para formação da seleção brasileira, no dia 26 de março, em Vitória (ES), ele sofreu uma lesão no outro joelho. Inicialmente, chegou a temer que pudesse passar por uma nova operação, mas isso foi descartado. Agora, o bicampeão mundial mostra otimismo e confiança para retornar aos tatames em dois meses.

Assim que voltou a Porto Alegre, logo depois da competição em Vitória, João Derly realizou exames que mostraram apenas um estiramento no ligamento do joelho direito. Mas foi preciso esperar mais uma semana para testar se realmente não tinha acontecido um rompimento do ligamento, o que forçaria uma cirurgia e um tratamento de cerca de seis meses. Nesta quarta-feira, porém, o judoca confirmou que não será operado novamente. "Foi um alívio", admitiu.

"Achei que tinha 'estourado'. Pouco depois, passou o filme na cabeça sobre a cirurgia, a demorada recuperação. Cheguei a pensar que a Olimpíada tinha acabado para mim", contou João Derly, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Porto Alegre, quando lembrou do momento da contusão na seletiva em Vitória. "Estamos otimistas. O objetivo é que ele volte a lutar em aproximadamente dois meses", avaliou o médico do judoca, Luiz Marczyk.

Sonhando com a classificação para a Olimpíada de Londres/2012, João Derly precisa de bons resultados nesta temporada - suas principais competições são o Grand Slam do Rio e a Copa do Mundo de São Paulo, que acontecerão em junho (nos dias 18, 19, 25 e 26). "Ainda não tenho uma data certa para retornar aos treinos no tatame, mas já faço musculação para reforçar o machucado", afirmou o judoca. "Vou me resguardar para ter a melhor recuperação possível".

Leia tudo sobre: judôjoão derly

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG